Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Fonte Grande

Fonte Grande

Colunista

Setor de turismo pede passagem para... 2021

| 07/06/2020, 07:46 07:46 h | Atualizado em 07/06/2020, 07:53

Em meio a uma retração quase total de movimento, o turismo capixaba emissivo – viagens a outros estados e ao exterior – agora faz planos para... 2021. A esperança do segmento é que o turismo de negócios, financeiramente mais expressivo, possa voltar gradativamente no segundo semestre deste ano.

Agentes de viagem apontam: com o isolamento social, não há mais voo diário Vitória-São Paulo, a mais importante rota do turismo receptivo, que internamente movimenta hotéis, transportes, restaurantes etc. Porém, num cenário de pós-pandemia tende a haver redução no fluxo das chamadas “viagens de negócios”.

Grande turbulência
Além de recorrer a demissões de pessoal e incrementar o trabalho remoto, o setor turístico padece com as oscilações do câmbio e linhas de crédito de acesso complicado. Voz corrente é que os bancos exigem garantias que a maioria não tem como oferecer.

A propósito
Dirigentes da Findes, em correspondência ao setor bancário, reclamaram de “banco público com procedimento de banco comercial restringindo crédito às pequenas e médias empresas”.

Disk-aglomeração
Com tanta gente ignorando isolamento, distanciamento e circulando de máscara no queixo, surgiu entre populares de Nova Venécia uma sugestão oportuna: criar o serviço disk-aglomeração. Alô vereadores, prefeitos, lideranças...

Ação feita pela PMC em filas e aglomerações no município.
Ação feita pela PMC em filas e aglomerações no município. |  Foto: Divulgação/PMC

A PERDA DO SORRISO Embora incômodo, o uso da máscara é protocolo para evitar contágios. Junto com a pandemia e perdas, também tira das pessoas a perspectiva do sorriso. Vai passar!

Pisando em ovos
Dona de casa aponta paradoxo no custo de vida surgido com o isolamento. Como as pessoas evitam circular longe de casa, o comércio de bairro cresce. Mas também exagera: um pente de ovos pode dobrar de preço em relação ao que é cobrado em centros comerciais.

Longe do pico
Médico e deputado federal, Sergio Vidigal alertou lideranças do governo quanto ao risco no relaxamento das medidas de isolamento enquanto não se alcança o pico dos contágios da Covid-19. “A impressão é de que atravessamos um nevoeiro no meio do oceano, sem perspectiva de terra firme”, ilustrou.

Aliás...
Mestre Paulinho da Viola já cadenciou: “Faça como o velho marinheiro, que durante o nevoeiro leva o barco devagar”. Aliás, frase muito usada pelo ex-governador Paulo Hartung.

Ufes planeja ensino remoto emergencial
Há um debate interno na Ufes entre os que defendem aula presencial e ensino remoto, mediante adequações.

O reitor Paulo Vargas aponta a tendência de se adotar, como em outras universidades, um ensino remoto emergencial, espécie de híbrido entre o presencial e o ensino online.

“Estamos discutindo isso, avaliando sugestões”, pontua. Ele cita que a universidade possui alguns cursos online bem-sucedidos, mas que é preciso treinar professores e atender alunos digitalmente excluídos.

...Alunos em risco
Dados da Ufes indicam que a maioria dos alunos tem renda familiar de 1,5 salário mínimo. E muitos sem computador adequado para aulas a distância. O retorno às aulas segue indefinido.

Curta

100% CAPIXABA Os supermercados terão seção específica de produtos capixabas identificados por selo.

BOIA APÓS NAUFRÁGIO... Setor cultural receia que os R$ 3 bilhões de ajuda aprovados no Congresso cheguem tarde demais. E ainda falta a canetada de Bolsonaro.

HOMENAGEM EM CACHOEIRO José Paineiras Filho recebeu dos vereadores o título de “Cachoeirense Presente 2020”, na esteira das homenagens ao americano George Floyd.

EM TEMPO Pela primeira vez em décadas, Cachoeiro ficará neste mês sem sua tradicional festa e escolha do “Cachoeirense Ausente”.

FILOSOFIA NA PANDEMIA “Black is beautiful, mas precisa respirar”.

MATÉRIAS RELACIONADAS