Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Coluna do Estadão

Coluna do Estadão

Colunista

“Responsabilidade acima de todos”, diz Temer

| 31/05/2020, 08:48 08:48 h | Atualizado em 31/05/2020, 08:52

Imagem ilustrativa da imagem “Responsabilidade acima de todos”, diz Temer

Diante do agravamento da crise na última semana, o ex-presidente Michel Temer cobrou uma resposta unificada de Jair Bolsonaro, Davi Alcolumbre e Dias Toffoli. Em comentário enviado à Coluna, o emedebista faz um apelo por um gesto das instituições para tranquilizar a economia e combater o coronavírus.

“Presidentes dos três Poderes, ajam conjuntamente e urgentemente. Agora é a responsabilidade acima de todos. É a unidade acima de tudo”, escreveu Temer, sem citá-los nominalmente e parafraseando o slogan bolsonarista.

Cenário. O resultado do PIB no primeiro trimestre foi de queda de 1,5%, pior resultado desde 2015. Já as mortes por Covid-19 ultrapassam 28 mil no Brasil.

Pera lá. A atuação do ministro da Defesa, Fernando Azevêdo e Silva, tem suscitado críticas dentro das Forças Armadas. Alegam que ele estaria encampando de forma excessiva e pública o discurso do Presidente.

Pera lá II. O desconforto vem em especial de comandantes de ativa. Azevêdo e Silva endossou as críticas do ministro Augusto Heleno ao Judiciário, como revelou a Coluna.

Trocando... Segundo um ex-ministro da pasta, ele deveria agir como “ponte”, mas tornou-se um “muro”.

... em miúdos. Explica-se: quem comanda a Defesa tem de atuar, diz esse ex-ministro, como interlocutor das Forças Armadas com o governo e a sociedade. Para esses críticos, Azevêdo está endossando excessivamente o Presidente e perdendo a capacidade de fazer o meio de campo.

“Sertinhos”. Ministro da articulação política do governo, Luiz Eduardo Ramos entrou na mira dos olavistas. Resgataram uma foto sua antiga com o “comunista” Aldo Rebelo (ex-PCdoB), para criticá-lo. Rebelo é ex-ministro da Defesa e, na foto, Ramos era comandante.

Contra-ataque. O ministro da Secretaria de Governo respondeu na mesma arena: publicou no Twitter uma foto sua ao lado do Presidente. Disse que tentam “distorcer fatos antigos e retirados de contexto”, mas que continua “firme e forte” ao lado de seu amigo de 46 anos.

Cautela... A OAB vai esperar o STF avançar no inquérito que investiga se Jair Bolsonaro interferiu na Polícia Federal para decidir sobre um eventual pedido de impeachment. Conselheiros defendem prudência neste momento para não banalizar o instrumento.

...e canja. A entidade enviou um ofício ao ministro Celso de Mello, responsável pelo inquérito, com o pedido de mais informações. O documento ainda não foi respondido. A OAB também pediu mais informações ao Presidente e a Moro, sem sucesso.

Click. O deputado estadual Douglas Garcia (PSL-SP), alvo do inquérito das fake news no STF, jantou com Jair Bolsonaro na noite de sexta-feira no Palácio do Alvorada.

De que lado. Fernando Collor, disse, em uma webinar promovida pelo IREE (Instituto para a Reforma das Relações entre Estado e Empresa), que boa relação com os EUA não significa alinhamento automático.

Amigos, pero... Em 1989, na Casa Branca, George Bush quis saber o que ele achava sobre uma eventual intervenção militar em Cuba. “Estarei contra toda e qualquer intervenção militar (...). Cuba, muito menos”, teria dito o então presidente ao americano.


Pronto, falei!


"O Brasil precisa superar FHC, Lula e Bolsonaro. (Precisa) criar novas lideranças. tem tanta gente boa aparecendo. Parar com essa de salvador da pátria”, Elena Landau, economista.

MATÉRIAS RELACIONADAS