Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Coluna do Estadão

Coluna do Estadão

Colunista

Estado de São Paulo

Planalto entrega a Maia lista com prioridades

| 22/01/2020, 08:31 08:31 h | Atualizado em 22/01/2020, 08:37

O governo apresentou a Rodrigo Maia 15 propostas que tramitam na Casa e são tidas como prioritárias. Dentre elas, a mudança no marco regulatório das PPPs, o projeto do Senado de segurança das barragens e o novo Código de Trânsito, tão cobiçado por Jair Bolsonaro. A lista foi entregue por Luiz Eduardo Ramos durante um encontro na casa do presidente da Câmara. A reunião, cordial, durou cerca de 40 minutos, anteontem, logo após o ministro ter desembarcado em Brasília depois de agenda no Rio com a atriz Regina Duarte.

Taokey. Nesses três projetos, Maia indicou que poderá dar seguimento. No do código de trânsito, a ideia do governo é: mesmo que o texto seja alterado (aquele que amplia o limite de pontos de infração na CNH), o importante é analisar logo.

Vixe! O Planalto também queria priorizar a PEC que põe fim à inscrição obrigatória de profissionais em conselhos de classe. A medida esvaziaria, por exemplo, a OAB, presidida pelo desafeto de Bolsonaro Felipe Santa Cruz. Não deve rolar.

Baby steps. A reforma tributária foi apresentada por Maia como uma pauta prioritária da Câmara. Já na administrativa, a ordem do governo é ir sem pressa.
Base... No lugar de uma base nos moldes tradicionais, o governo criou uma “taxa de adesão”, calculando porcentualmente o quanto os partidos votam favoráveis às suas pautas.

...que base? Em 1º lugar, está o rachado PSL, seguido por Patriota, Novo e PSDB. Chama atenção que o Podemos, sempre circulando no Planalto e com boa porcentagem de emendas pagas, fica atrás de todos os partidos do Centrão, em 15º.

Fica a dica. Antes de se reunir com Bolsonaro, Regina Duarte esteve com um grupo de artistas na casa de Nelson Freitas, no sábado.

CLICK. O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, esteve ontem com o ex-presidente FHC. O gaúcho é visto como um dos nomes do PSDB para 2022.

Quê?! Advogados receberam “com surpresa e indignação” a denúncia contra Glenn Greenwald. “Revela uma ousadia extrema por parte do Ministério Público porque é um ataque à liberdade de imprensa”, disse Marco Aurélio de Carvalho, do Prerrogativas, que estuda medidas contra o promotor autor da denúncia.

Nem a pau. Apesar de tantos temas espinhosos, o único assunto capaz de fechar completamente Sérgio Moro em copas no Roda Viva (TV Cultura) foi uma sondagem de bastidores sobre qual é o time do coração do ministro. “Vão desperdiçar uma pergunta”, alertou.

Jura? Em momento raro de descontração no Roda Viva, Moro fez piada com a chegada de Regina Duarte ao governo. Disse que a “colega”, uma das mais conhecidas atrizes do Brasil, deve superar Damares Alves e ele próprio no ranking de popularidade da Esplanada.

Edson ou Pelé? Não passou batida a autorreferência em terceira pessoa feita por Moro no programa. Para os inimigos, a arrogância lhe roubou o senso do ridículo. Já os fãs acham que o ex-juiz mostrou ter a exata noção da dimensão histórica de seu personagem no imaginário dos brasileiros.

Me conta. Escolhida “jovem líder global” pelo Fórum Econômico Mundial, Patricia Ellen, secretária estadual de SP, participa de três painéis em Davos: fronteiras; transição das cidades para era digital; e o que preocupa os jovens de hoje?

Pronto, falei!

"Luciano Huck é um candidato sem futuro. Política não é TV. Apanha quieto por
não ter argumento para se defender e ainda
manda dizer que gosta”.

Marco Feliciano, deputado federal (Sem partido-SP)

MATÉRIAS RELACIONADAS