Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Coluna do Estadão

Coluna do Estadão

Colunista

Estado de São Paulo

Damares quer colegas engajados pela “família”

| 25/10/2020, 10:03 10:03 h | Atualizado em 25/10/2020, 10:06

A ministra Damares Alves confirmou a realização da   campanha como política contra a gravidez precoce no País
A ministra Damares Alves confirmou a realização da campanha como política contra a gravidez precoce no País |  Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil

Está em gestação na equipe de Damares Alves o texto de um decreto presidencial para que todas as políticas públicas da Esplanada tenham em vista o fortalecimento da “família”. Em linhas gerais, se a ideia vingar, os demais ministérios passarão a ter esse conceito como um norte para futuros projetos e programas.

A iniciativa surge justamente no momento em que Jair Bolsonaro, cada vez mais próximo do Centrão, enfrenta certo desgaste com sua base mais conservadora. Uma vez assinado, o decreto aproximará ainda mais de Damares do presidente.

Quem... Emissários de Damares (ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos) foram recentemente à Economia pedir algum benefício fiscal voltado às famílias na reforma tributária. Mas não tiveram muita receptividade na equipe Paulo Guedes.

...manda? Ainda não se sabe muito como, na prática, a medida de fortalecimento da família funcionaria. De qualquer forma, a intenção a partir de agora é que ordem venha de baixo pra cima, ou seja, do presidente Jair Bolsonaro.

Será? Ah, o nome Damares já circula nos bastidores como um dos possíveis para substituir Hamilton Mourão na chapa presidencial de Bolsonaro em 2022.

Eleição I. Joice Hasselmann comemora uma invencibilidade na Justiça Eleitoral até agora: de oito ações (metade só de Celso Russomanno) envolvendo a campanha dela a prefeita de São Paulo, a candidata do PSL venceu todas.

Eleição II. Quatro casos tratavam de pedidos de direito de resposta contra Joice.

Girl… Vice-presidente do STF, Rosa Weber presidiu pela primeira vez uma sessão da Corte na semana passada. Na história do Supremo Tribunal Federal, apenas duas mulheres antes dela haviam se senta do na cadeira de presidente: Ellen Gracie (2006-2008) e Cármen Lúcia (2016-2018).

…power. “Esse registro é importante para mostrar o quanto estamos longe ainda de atingir a igualdade de gêneros”, disse o ex-presidente Dias Toffoli, que elogiou ainda a “capacidade, a cultura e a doçura” da ministra Rosa Weber.

Click. Cris Monteiro  tem feito campanha nas ruas de São Paulo tendo como bandeira a educação pública. A candidata do Novo quer fugir do “discurso do ódio”.

Esteio I. O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) manifestou apoio às propostas de alteração ao regimento interno do STF apresentadas por Gilmar Mendes.

Esteio II. Segundo a OAB, elas fortalecem “a decisão colegiada”. Gilmar, como mostrou a Coluna, propõe regra de transição para o tratamento das medidas cautelares deferidas monocraticamente e estabelece, para tanto, prazo de 180 dias para análise do Plenário.

Colegiado. Outra proposta de Gilmar Mendes quer limitar as decisões monocráticas no enviou quase automático de processos para instâncias inferiores, alguns deles, inclusive, relativos à operação Lava a Jato.

Ocupando... Ex-diretora do JP Morgan, Cris Monteiro deixou a carreira no mercado financeiro e é candidata pelo Novo a vereadora em São Paulo. Defende a melhoria da educação.

...espaços. Com patrimônio declarado de R$ 17,8 milhões, sem filhos, ela diz: “A política precisa deixar de ser esse lugar inóspito para as mulheres e pessoas bem intencionadas”.

MATÉRIAS RELACIONADAS