Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Coluna do Estadão

Coluna do Estadão

Colunista

Estado de São Paulo

A recauchutagem do Cidadania por Huck

| 26/01/2020, 00:19 00:19 h | Atualizado em 26/01/2020, 15:24

Imagem ilustrativa da imagem A recauchutagem do Cidadania por Huck
De olho na cada vez mais possível candidatura de Luciano Huck à Presidência, o Cidadania faz uma recauchutagem interna para atrair o apresentador. O processo começou no ano passado, com uma série de mudanças, como abertura para movimentos cívicos e fim da reeleição da presidência do partido, e continuará neste ano. O nome mais forte para assumir o comando do partido é Daniel Coelho (PE), líder do partido na Câmara hoje. A ideia é dar outra cara ao Cidadania, mais jovem, e preparar o terreno para a possível filiação do global.

Datas. O calendário que marcará a troca na direção da legenda será definido na reunião da Executiva Nacional, no dia 4 de fevereiro.

Pra frentex. Roberto Freire, no comando desde 1991, deverá assumir a presidência de honra. No entorno de Huck, o movimento foi visto como forma de deixar a renovação do partido como seu grande legado.

Se achany. O apresentador, que em Davos não negou ser presidenciável, disse a interlocutores que estava contente com a repercussão da sua presença no Fórum Econômico Mundial.

Barco furado. Um influente dirigente de partido de centro avalia que Huck poderia muito bem ser o candidato da centro-direita e centro-esquerda em 2022. O medo é só quando começarem a chamá-lo de “candidato da Globo”, como Lula fez outro dia. Avalia que isso tira voto de todos os lados.

E se... Uma análise de consultoria à qual auxiliares do apresentador de TV tiveram acesso dá que a primeira vítima de uma eventual candidatura de Sergio Moro à Presidência é Huck. Isso porque eles disputam o mesmo voto útil antipetista.

Já deu. Bolsonaro foi aconselhado por auxiliares que o acompanham em viagem à Índia a se afastar de Alberto Fraga. A leitura é que boa parte do “estardalhaço” no mais recente episódio entre Moro e o presidente se deve às declarações do ex-deputado.

Ha-ha-ha. Um ministro na comitiva ironizou: “É como comparar Rodinei ao Messi”. O jogador do Flamengo é mais conhecido por seus memes do que por suas habilidades com a bola.

Expectativa. O Ministério da Economia quer aprovar no Senado a Lei de Licitações até o meio do ano.

Realidade. A proposta está na Casa desde 1995.

Bolo pronto. A liberação de empresas estrangeiras em licitação e de compras públicas no Brasil já está em discussão no Congresso. Apesar de não citá-las expressamente, o projeto da nova lei de licitações não proíbe a participação delas.
Não tão fácil. Mas a proposta apresenta algumas barreiras aos estrangeiros. No caso de empate, ele dá vantagem às brasileiras.

Rodrigo Garcia, vice-governador de São Paulo
Rodrigo Garcia, vice-governador de São Paulo |  Foto: Coluna do Estadão
CLICK. O vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (foto), mostrou a secretários e prefeitos que, em 2019, o PIB de São Paulo cresceu 2,6%, ao passo o Brasil cresceu apenas 1,2%.

Seu passado... Com a polêmica do juiz de garantias, passou batida mais uma contradição de Fux. Defensor em 2015 da audiência de custódia, o ministro suspendeu a validade de lei da norma indicada no pacote anticrime e, com isso, liberou prisões sem a aplicação da medida em até 24 horas.

... te condena? A decisão de Fux fragiliza a efetividade de um direito básico dos presos e facilita detenções ilegais e desnecessárias, avaliam juristas e entidades.


BOMBOU NAS REDES!

"Enquanto o Reino Unido proíbe o criacionismo, Bolsonaro agride Darwin.”

Ivan Valente, líder do Psol na Câmara (SP), Sobre o novo presidente da Capes defender a teoria sobre a origem da vida

MATÉRIAS RELACIONADAS