Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Cláudio Humberto

Cláudio Humberto

Colunista

Cláudio Humberto

Se “caducar”, Bolsonaro reedita a MP da carteirinha

| 08/02/2020, 13:06 13:06 h | Atualizado em 08/02/2020, 13:11

Se deixar caducar a medida provisória que criou a carteirinha estudantil digital e gratuita, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, passará vergonha: o presidente Bolsonaro reeditará a MP, até porque 2020 é outro ano legislativo. Maia quer estudantes pagando R$ 35 à UNE/Ubes pela carteirinha. Em 2017, quando ainda não escondiam os valores, essas entidades ligadas ao PCdoB admitiram faturar R$ 14,3 milhões.

Acordo com o atraso
Maia tem acordo com o PCdoB para devolver o negócio de carteirinhas pagas às entidades “estudantis” que aparelham, como UNE e Uneb.

Sempre próximo de tetas
Parceiro de Maia para ressuscitar o negócio, Orlando Silva (PCdoB-SP), ex-ministro de Lula, pagava até tapioca com cartão corporativo.

Ele blindou a UNE
A aliança com o PCdoB não é recente: foi Rodrigo Maia quem impediu a instalação da CPI da UNE, para investigar maracutaias na entidade.

Nem por conveniência
Maia, que se gaba da própria esperteza, parece acreditar que o PCdoB faria um casamento (de jacaré com cobra d’água) com o DEM.

Moro avisou a Ibaneis sobre o Exército nas ruas
A grita de Ibaneis Rocha surtiu efeito. Desta vez, antes da publicação no Diário Oficial da União de ontem, o ministro Sergio Moro (Justiça) telefonou ao governador do DF para avisar da assinatura de decreto presidencial autorizando o Exército a fazer a vigilância externa do presídio federal da Papuda, em Brasília. Melhorou o clima, mas não removeu de Ibaneis a certeza de que foi ideia de jerico transferir para Brasília os mais perigosos bandidos do País, como o chefão do PCC.

Clima é de guerra
A Polícia Civil do DF prendeu líder do PCC com um plano de ataques simultâneos nas ruas e na Papuda, para resgatar o bandidão Marcola.

Chamou, tá chamado
Logo após a publicação do decreto no D.O.U., grande comboio do Exército se deslocou à Papuda para assumir o controle da área.

Com Urutu não dá
Blindados como Urutu estão no cerco do Exército à Papuda. “Vai ser difícil fim de semana tranquilo com Urutu nas ruas”, lamentou Ibaneis.

Wilson Pimpão
Acusado pelo STF de colocar o mandato a serviço do crime, Wilson Santiago (PTB-BA), circula pimpão após ter sido reintegrado à Câmara. Nem parece que é acusado de roubar dinheiro público.

Reza economizada
Um verde oliva foi designado à missão de rezar a cartilha para a reverenda Jane Silva, a secretária executiva da Cultura, que estava se achando. Não deu tempo. Rápida, a atriz Regina Duarte (foto) a dispensou.

Clínica Congresso
Frases entreouvidas na cerimônia de início do ano legislativo no Congresso, esta semana: “Você está ótima!” Ou “Está mais magro?” Ou ainda “Mexeu nas pálpebras?” E até a confissão: “Dei uma geral!”.

A sangue frio
O senador Humberto Costa (PT) sofreu o pão que o Lula amassou, na disputa pela prefeitura do Recife, em 2012. Lula exigiu dele campanha de “faz de conta”, para não atrapalhar Geraldo Júlio (PSB) e se negou até a fazer fotos com Costa, que aguentou firme. Nunca deixou o PT.

Olho no futuro
A taxação da energia solar acima de 60% é um “desserviço da Aneel” para o deputado Lafayette de Andrada (Rep-MG). Ele propõe marco legal para garantir incentivos e dar segurança jurídica a quem investe.

Novo líder
A crise econômica e garantia de salário pago em dia fizeram o Rio passar o DF no ranking de procura por concursos públicos. Segundo Grancursos, representam 19,98% e 12,82% do total, respectivamente.

O Brasil mudou
A Amcham pediu ao governo dos Estados Unidos a retirada do Brasil da lista de países que não protegem a propriedade intelectual. Relaciona avanços em várias áreas, incluindo combate à pirataria.

Pensando bem...
...Bolsodoria aparece de quatro em quatro anos. Quem viver, verá.

Necrológico de sonho
Ex-deputado federal e ex-ministro do Superior Tribunal Militar, Flávio Bierrenbach era apenas um garoto de quinze anos de idade quando seu professor de Português determinou a lição do dia: cada aluno deveria imaginar como gostaria que escrevessem seu necrológico. O garoto Flávio foi o único a merecer nota dez, com a seguinte frase:
- Morreu ontem aos 99 anos, vítima de marido ciumento, o ex-presidente da República Flávio Bierrenbach.

MATÉRIAS RELACIONADAS