Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Claudia Matarazzo

Claudia Matarazzo

Colunista

Claudia Matarazzo

Já checou o seu lavabo hoje?

| 08/10/2020, 10:09 10:09 h | Atualizado em 08/10/2020, 10:19

Relegado a um cômodo menor – muitas vezes, até extinto, em construções mais modernas –, o lavabo voltou ao protagonismo total: hoje, lavar as mãos e se refrescar com mais frequência é essencial para evitar o contágio pelo novo coronavírus, daí a importância de resgatar esse espaço e, principalmente, equipá-lo à altura da urgência deste momento.

E quem não o tem lavabo? – Sugiro preparar um banheiro da casa para uso de visitas. Isso significa retirar da vista os elementos de higiene íntima e pessoal, como escovas de dentes, pacotes de absorventes e/ou outros, e deixar à disposição os produtos necessários para esse novo ritual de segurança (que não pode e nem deve ser flexibilizado, pelo menos não ainda).

Necessaire de lavabo – De repente, o que era para ser apenas um enfeite perfumado passou a fazer a maior diferença para garantir uma sensação de bem-estar.

Portanto, esqueça sabonetinhos sólidos em formato de coração, pétalas e outros: eles derretem e deixam resquícios na pia ou saboneteira.

O álcool é importante, mas tem que estar visível e ser fácil de manusear: há os superperfumados, porém, melados; alguns em aerossol, e outros que podem ser colocados em um bonito recipiente para spray. Nesse caso, é importante estar identificado.

Toalhas de papel – Sim, de papel. Vamos aposentar, por ora, as de tecido que, úmidas, são um perigo e produzem bactérias, além do risco de Covid, certo?

Aliás, nem precisa colocar em suporte de parede, furar etc. Basta apoiar na bancada ou providenciar uma caixa própria para elas. Além de decorativo, é mais prático e seguro.

Rolo extra – Basta um. Não é um momento de convidar muita gente. Assim, estar à vista é importante, e não escondido no armário e/ou gaveta.

Em tempo: me perguntam o que acho de capinhas de crochê ou tecido para papel higiênico. Sempre respondo que, se for um trabalho bem feito, e em sintonia com a decoração, agrega, mas repito: temos que bater o olho e enxergar!

Sem megakit – Os lavabos de antigamente tinham exposição de frascos, pequenos enfeites e frescuras, como velas aromáticas e incensos. Hoje, é preciso bom senso: sim, é necessário equipar seu banheiro para transformar o espaço em um lavabo, com confortos e mimos para convidados.

Além dos elementos necessários para higienizar as mãos, um frasco de perfume leve ou colônia é suficiente.

Não é necessário kit de remédios ou de costura à vista. Isso é ostentação e meio brega. Se a pessoa precisar, ela pede. Também não é preciso ter vasinhos de plantas ou flores – naturais ou permanentes, lugar de plantas não é ali.

A chave funciona? – Pergunta importante, certo? Os banheiros das alas íntimas da casa, às vezes, estão sem chaves, mas, se for oferecer à visita, não dá, tá?

MATÉRIAS RELACIONADAS