search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Cinco coisas que sua casa não precisa mais
AT em Família

Cinco coisas que sua casa não precisa mais

Bares que fizeram sucesso no passado já não têm mais espaço nos lares (Foto: Divulgação)
Bares que fizeram sucesso no passado já não têm mais espaço nos lares (Foto: Divulgação)

A tendência por residências cada vez menores limita o espaço para a mobília e exige adaptação no décor. Assim, sobra lugar apenas para o essencial. Para ajudar a liberar espaço para o que realmente importa, o AT em Família listou coisas que talvez a sua casa não precise mais.

A arquiteta Tatiana Pradal observa o apego a móveis grandes, como camas, sofás e mesas, mesmo quando a metragem do cômodo é limitada. Essas mobílias deixam o ambiente apertado e interferem na circulação.

Em alta nas décadas de 1980 e 1990, os bares com direito a bancada estão ultrapassados. Mas os apreciadores de um bom drinque não precisam abrir mão de um cantinho exclusivo para as bebidas.

“O carrinho bar voltou com força! Ele ocupa menos espaço e pode se deslocar pelo cômodo. Ou então é possível fazer o barzinho no buffet da sala de jantar, guardando as bebidas no armário e expondo uma bandeja com taças e algumas garrafas mais bonitas”, propõe Pradal.

Até itens que aparentemente não ocupam tanto espaço podem ser adaptados, como o abajur na mesa de cabeceira, diz a decoradora Tatiana Espíndula. Com quartos menores, cabe só um pequeno móvel ao lado da cama com pouco espaço para a luminária de mesa.

“Conseguimos melhorar esse espaço deixando-o livre, projetando um pendente, uma arandela ou uma fita de Led atrás do painel. Dessa forma, conseguimos criar a iluminação indireta como a que o abajur proporciona”, sugere.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados