search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Cientistas americanos planejam “caçar” alienígenas

Notícias

Publicidade | Anuncie

Internacional

Cientistas americanos planejam “caçar” alienígenas


Ao longo dos próximos três anos, uma equipe de cientistas vai dar o pontapé inicial num projeto ousado. Financiados pela agência espacial americana, a Nasa, pesquisadores de diferentes universidades dos Estados Unidos desenvolverão uma espécie de guia para encontrar indícios de civilizações extraterrestres em outros planetas.

O projeto representa uma pequena revolução na busca por vida extraterrestre inteligente (SETI, na sigla em inglês) e é o primeiro do tipo a receber apoio financeiro da agência em três décadas.

Em entrevista à BBC News Brasil, o físico e astrônomo que lidera a pesquisa, Adam Frank, da Universidade de Rochester, contou que o trabalho vai se basear no conceito de “tecnoassinaturas”, ou seja, na busca de indícios de uso de tecnologia por civilizações extraterrestres.

Ilustração de  Adam Frank de alienígenas baseada na Ilha de Páscoa. (Foto: Divulgação)
Ilustração de Adam Frank de alienígenas baseada na Ilha de Páscoa. (Foto: Divulgação)

A ideia é não depender de sinais enviados pelos alienígenas. O projeto pretende estabelecer a forma como determinadas tecnologias que conhecemos, também potencialmente usadas por raças alienígenas inteligentes, poderiam ser detectadas visualmente por meio de telescópios.

O astrônomo se refere à confirmação oficial da existência de planetas orbitando outras estrelas de nossa galáxia, ocorrida em 1995. Desde então, já se sabe que existem mais de 4 mil exoplanetas, como eles são conhecidos, alguns deles dentro de regiões consideradas propícias à vida.

“A dúvida sobre a existência de planetas orbitando estrelas remonta aos gregos, há 2,5 mil anos, e só foi respondida há 25 anos. Após acharmos os primeiros, percebemos que a galáxia estava repleta deles. Quando você tem planetas, tem também um lugar para onde olhar na busca por civilizações extraterrestres”, diz.

Entrar no grupo do WhatsApp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna Online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados