Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Golpista tenta roubar conta de WhastsApp de especialista em tecnologia

| 01/10/2020 09:08 h | Atualizado em 01/10/2020, 11:02

"Grande parte dos golpes aplicados tem como alvo vítimas da terceira idade”, disse Eduardo Pinheiro, especialista em Tecnologia da Informação
"Grande parte dos golpes aplicados tem como alvo vítimas da terceira idade”, disse Eduardo Pinheiro, especialista em Tecnologia da Informação |  Foto: Divulgação
O especialista em tecnologia da informação Eduardo Pinheiro foi alvo de uma tentativa de golpe na noite de quarta-feira (30). Um criminoso tentou sequestrar a conta do WhatsApp do consultor através de um código enviado via SMS.

A abordagem foi feita com base em um assunto de interesse de Eduardo Pinheiro. "Recebi um telefonema de um homem que perguntou se eu era Eduardo Pinheiro e disse que eu tinha sido convidado para participar de uma palestra sobre LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais), que é um assunto que eu tenho procurado ficar melhor informado nos últimos tempos”, disse.

O bandido tentou concluir o golpe depois que Pinheiro demonstrou que gostaria de participar da palestra, mas, na verdade, o especialista já estava desconfiado desde o início da ligação.

“Desconfiei pela facilidade apresentada, mas continuei ouvindo para não restar dúvidas de que se tratava de uma tentativa de golpe. Fui ter certeza quando o criminoso solicitou o código de ativação do WhatsApp, enviado via SMS. Se eu passasse, imediatamente, ele iria sequestrar minha conta do WhatsApp e pedir dinheiro a amigos e parentes se passando por mim”, afirmou.

Após ter certeza de que se tratava de um golpe, o consultor resolveu fazer hora com o criminoso. “Entrei na onda dele e falei 'ok, o código é 444666 você tá achando que eu sou burro, que eu sou ignorante, que eu sou uma besta?'. Aí ele desligou”, disse.

O especialista fez um alerta para que as pessoas não caiam nesse tipo de golpe. “A gente comenta muito sobre o golpe da clonagem do WhatsApp, do sequestro da conta do WhatsApp e essa noite eu fui o alvo. Agora eu estava no lugar das milhares de pessoas que oriento a não cair nesses golpes. Os criminosos são convincentes, se a pessoa não estiver bem informada de como esses golpes ocorrem, elas certamente vão cair. Eles estudam um pouquinho você, fazem uma investigação prévia nas redes sociais e sabem das suas preferências. É dessa forma que eles se aproximam. Então, vamos ficar espertos! Não vamos fornecer para ninguém códigos recebidos via SMS porque a probabilidade de se tratar de um golpe é muito grande”, recomendou.

Pinheiro informou que o criminoso, que é de Garulhos (SP), já foi rastreado, e será investigado pela Polícia Civil do município paulista.

“O maior erro desse golpista foi não ter me investigado pra saber que, além de palestrante e professor, sou também da área de investigação de crimes cibernéticos. Foi como se o bandido fosse assaltar um policial dentro de uma delegacia achando que estivesse entrando em uma padaria".

Dicas de segurança

  • Desconfie de facilidades ou vantagens, não forneça dados pessoais a estranhos, cuidado com códigos recebidos via SMS, pois estão sendo muito utilizados pelos golpistas e não deixe de ativar a verificação em duas etapas do WhatsApp.
  • Se alguma pessoa supostamente conhecida solicitar empréstimo de dinheiro online, faça contato por voz com a pessoa para ter certeza que não se trata de uma tentativa de golpe.
Fonte: Eduardo Pinheiro, consultor em tecnologia da informação
Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS