X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Vitória tem todas as praias impróprias para banho

| 16/03/2021 08:41 h | Atualizado em 16/03/2021, 12:25

Todas as praias de Vitória estão impróprias para banho, segundo relatório da balneabilidade divulgado pela prefeitura. O resultado das amostras de água vale até a quinta-feira (18).

“A classificação da balneabilidade é a indicação da qualidade das águas destinadas à recreação de contato direto e prolongado, como natação, mergulho e lazer. É realizada, em regime de rotina semanal, por meio da coleta de amostras de águas nos referidos pontos e análise laboratorial para a avaliação do indicador coliformes termotolerantes”, explicou a prefeitura.

Bandeiras vermelhas indicam local impróprio e amarelas mostram os locais interditados para banho
Bandeiras vermelhas indicam local impróprio e amarelas mostram os locais interditados para banho |  Foto: Reprodução/ Prefeitura de Vitória

As bandeiras vermelhas indicam que o local está impróprio para banho. Já as amarelas apontam os locais que são interditados para banho.

Em entrevista ao Tribuna Online, o secretário municipal de Meio Ambiente, Tarcísio Foeger, explicou que as fortes chuvas que começaram a afetar Vitória no dia 7 causaram um impacto na balneabilidade.

“Não é toda chuva que altera a balneabilidade, mas ela tem poder de afetar negativamente em qualquer lugar do mundo. A chuva faz todo um processo de lavagem de ambientes urbanos e galerias, aí essa água escoa para o mar e para os rios”, afirmou.

A última vez que todas as praias da Capital ficaram impróprias para banho foi em fevereiro de 2018, de acordo com Foeger.

O secretário acredita que a situação pode melhorar já no próximo relatório da qualidade da água. “Como não choveu nos últimos dias, a poluição concentrada é diluída. O relatório desta quarta (17) já pode indicar pontos próprios para banho”, disse.

Um outro problema que afeta a qualidade da água é o descarte inapropriado de esgoto. Foeger afirma que a prefeitura tem fiscalizado as ligações de esgoto e notificado as casas que ainda não fizeram o processo.

Quando notificado, o morador tem até 30 dias para fazer a ligação. O secretário afirma que a população tem demonstrado adesão e poucos são os casos que chegam a necessidade de multa.
 

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS