X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

VÍDEO | Casal capixaba cai de paraquedas durante passeio em praia na Colômbia

José Lucas Moulaes Figueiredo e Amanda Cavalcante Lozer caíram na água depois que a corda que os segurava ao barco se soltou

Leone Oliveira | 01/08/2022 13:06 h

José Lucas e Amanda durante passeio em San Andrés
José Lucas e Amanda durante passeio em San Andrés |  Foto: Acervo pessoal
 

Um casal capixaba levou um susto enquanto realizavam um passeio durante as férias em San Andrés, na Colômbia. O empresário José Lucas Moulaes Figueiredo, de 29 anos, e a médica residente em neurologia Amanda Cavalcante Lozer, de 25, faziam o famoso voo de paraquedas sobre o mar da ilha, quando a corda que ligava o equipamento ao barco rompeu os turistas despencaram na água. 

O momento da queda foi filmado pelo casal, que não sofreu ferimentos graves. As imagens foram gravadas na última quinta-feira (29) e mostram José Lucas e Amanda em uma altura grande em relação ao mar. De repente, o tempo ensolarado muda e o céu começa a fechar com nuvens carregadas. A velocidade do vento também aumenta e o equipamento onde o casal estava sentado começa a balançar. 

"Até o momento, que percebi que estava muito alto e percebi que a corda estava bem esticada, bem tensionada. Fiz um vídeo e falando ‘nossa, pedi para ir alto, mas essa cordinha está me dando medo, acho que ela não aguenta, não’. Nisso o tempo foi fechando, fechando, e, quando vê o último vídeo, está tudo escuro. Era para eles terem abaixado a gente. Me preocupei, de fato, quando começou a balançar tudo, porque é um brinquedo estável, você fica estável", explicou José Lucas.

De acordo com ele, o desespero do casal aumentou quando observaram que os guias estavam lutando para evitar que o barco virasse. Na gravação, Amanda começa a rezar e pede que o marido acione um dispositivo para soltar a corda e assim eles caíram na água (veja o vídeo). 

 

null Acervo pessoal
 

O empresário conta que puxou na primeira vez e não aconteceu nada. Na segunda vez, ele puxou com mais força e o equipamento começou a descer. Os guias também comentaram que teriam soltado a corda que segurava o casal.

"Mas ele não desce lentamente, ele desce de uma vez. Você vai sendo levado, batendo na água, de cabeça para baixo, virando. Nosso pescoço está doendo até agora. Vamos fazer raio-x. Agora que começou a melhorar. Fomos sendo jogados em direção às pedras e à cidade. A gente parou a poucos metros antes. Se não tivesse parado ali, a gente poderia ter batido a perna, a cabeça, ter se chocado porque a velocidade era muito grande", contou José Lucas.

Depois de ter chegado na areia da praia, os dois foram resgatados por um homem de jet-ski. No hotel, os funcionários perguntaram se estavam bem e informaram que o vídeo da queda do casal do paraquedas viralizou na ilha. Para o capixabas, eles explicaram que acidentes com esse brinquedo são raros e que teria ocorrido apenas uma vez.  

Empresário ensaiou movimento para soltar corda 

Antes do José Lucas e Amanda levantarem voo no paraquedas, o instrutor da empresa contratada para o passeio deu orientações de segurança os casal, inclusive, sobre o acionamento do botão que solta a corda do barco em caso de emergência. 

"Quando o rapaz estava explicando, minha esposa tinha até questionado, porque ela não estava enxergando nenhum, risco, mas ele disse que tinha sim um risco da corda romper, como os capixabas falam pocar. Fiquei atento ao detalhes do instrutor e percebi que ele falou que se a corda rompesse tinha um lugar para puxar. Logo que subi no brinquedo, tive um pouco de preocupação em verificar se conseguiria puxar caso fosse necessário. Então, eu meio que ensaiei me posicionando, puxando, vendo onde era e repeti o movimento duas vezes, porque nunca se sabe quando vai precisar. Graças a Deus, estava preparado para puxar", revelou José Lucas.

José Lucas teve algumas escoriações
José Lucas teve algumas escoriações |  Foto: Acervo pessoal
 

Amanda e José Lucas são da Serra e se casaram no início do do ano. Atualmente, eles moram em Campinas, onde Amanda faz residência médica em neurologia. No entanto, eles ainda costumam vir ao Espírito Santo para visitar amigos e familiares. Foi assim no primeiro período de 15 dias de férias da médica. 

Nesse segundo período de 15 dias - as férias dela são divididas em dois períodos de 15 dias ao longo do ano - o casal decidiu fazer um roteiro pela América do Sul. Na rota estavam passeios pelas ruas e restaurantes da Argentina, turismo em regiões de neve no Chile, passear no deserto do Peru e o fim da viagem de férias foi em Bogotá e na ilha de San Andrés, na Colômbia, onde o casal curtia a praia. 

“Tinha programado de ficar mais tranquilo, na praia só de boa, relaxando porque a viagem foi correria. Foram vários locais rapidamente porque o período de tempo não era muito grande e tinha que pegar avião toda hora. A ideia era ficar tranquilo nesse final de viagem, mas não foi bem assim que aconteceu. Pelo contrário, foi a parte mais aterrorizante. Um momento bem complicado para gente”, contou José Lucas. 

O casal voltou ao Brasil na madruga desta segunda-feira (1º) e está em Campinas.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS