Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Sobe para 21 o número de pessoas intoxicadas após beber cerveja

| 20/01/2020 20:48 h | Atualizado em 20/01/2020, 21:11

Cerveja Belorizontina
Cerveja Belorizontina |  Foto: Divulgação/Backer cervejaria
O número de pessoas intoxicadas por dietilenoglicol subiu de 19 para 21, de acordo com boletim divulgado nesta segunda-feira (20) pela Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais.

Há pacientes de São João Del Rei, Viçosa, Ubá, Belo Horizonte, Nova Lima e Capelinha. Quatro pessoas morreram e 17 estão internadas em estado grave.

Ainda segundo a secretaria, são 19 homens e duas mulheres que apresentaram os sintomas.

A Secretaria de Estado de Saúde explicou que apenas a Polícia Civil tem a tecnologia necessária para fazer exames e confirmar com precisão se os pacientes que estão internados foram contaminados pelo dietilenoglicol. Esta seria o motivo apontado pelo órgão para a demora da confirmação dos demais casos.

"É rara a intoxicação por dietilenoglicol. A gente não sabe em relação a sequelas, evolução. Existe a possibilidade de que estes pacientes se recuperem, mas pode ser que também tenham sequelas", disse a infectologista e diretora do Hospital Eduardo de Menezes, Virgínia Antunes de Andrade.

Leia Mais: Hospedada em Minas, família de engenheiro reclama de falta de assistência da Backer

Sintomas

Os sintomas começam a se manifestar nas primeiras 72 horas após a ingestão. Os primeiros sinais de intoxicação por dietilenoglicol são dores abdominais, náuseas e vômitos.

Entre os sintomas estão alterações neurológicas e insuficiência renal. O tratamento é feito no hospital, com monitoração, e tem o etanol como antídoto.

Além disso, os pacientes precisam passar por hemodiálise, para retirada do organismo dietilenoglicol e dos metabólicos produzidos.

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS