X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Sete tartarugas são encontradas mortas em rede na praia de Camburi

| 12/12/2019 20:26 h | Atualizado em 14/12/2019, 08:03

Imagem ilustrativa da imagem Sete tartarugas são encontradas mortas em rede na praia de Camburi

Doze tartarugas, seis arraias de quatro espécies diferentes e alguns peixes sem valor comercial foram encontrados presos em uma rede de pesca ilegal de quase um quilômetro de comprimento, na praia de Camburi, em Vitória. Desses animais, apenas cinco tartarugas conseguiram sobreviver. Entre elas, uma tartaruga-cabeçuda, que sempre vem ao Estado para desova.

Um grupo de amigos praticava canoa havaiana na manhã desta quinta-feira (12), perto da Ilha do Socó, quando se deparou com os animais presos à rede. O empresário Rafael Braga, do Projeto Pegada, afirmou que as tartarugas que sobreviveram foram levadas para receberem os cuidados necessários. 

Em um dos vídeos, é possível ouvir a comemoração da equipe quando uma das tartarugas é encontrada com vida, mesmo que debilitada.

Assista: 

Em um outro vídeo, Rafael e o secretário municipal do Meio Ambiente, Luiz Emanuel Zouain, lamentam a morte dos animais. "Quatro espécies de arraias diferentes. Uma raia-chita (ou pintada). Animais magníficos, arraias que saltam e a gente consegue admirar da praia, um monte de tartarugas... É uma conta que não fecha. É um prejuízo muito grande para um benefício muito pequeno", diz o empresário. 

De acordo com a gerente de Fiscalização de Vitória, Priscila Alvarino, os agentes da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semmam) apreenderam a rede com o apoio da Capitania dos Portos.

Por meio de um comunicado, a Prefeitura de Vitória afirmou que a pesca ilegal configura crime ambiental e a multa pode variar de R$ 700 a R$ 100 mil, dependendo da quantidade de pescado e os atenuantes da ação. "Quando o pescador é encontrado, ele é encaminhado à Delegacia de Crimes Ambientais, onde é feita a comunicação de crime ambiental".

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS