X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Professor manda foto nu "por engano" a grupo de alunos

| 17/10/2020 16:24 h

Criança brinca com celular: os  pais devem diminuir o tempo de uso de eletrônicos e telas pelos pequenos. O excesso pode aumentar a irritação e a insônia
Criança brinca com celular: os pais devem diminuir o tempo de uso de eletrônicos e telas pelos pequenos. O excesso pode aumentar a irritação e a insônia |  Foto: Divulgação

Um professor é investigado pela polícia e pela Secretaria de Educação do Estado de São Paulo por ter enviado uma foto nu para um grupo de alunos do 7º ano do Ensino Fundamental em um aplicativo de mensagens. A imagem foi compartilhada pelo educador, na quinta-feira (15), segundo ele, por engano no grupo de estudantes.

O caso foi contado pelo UOL. Ao site, a mãe de uma das alunas da Escola Estadual Gustavo Marcondes, no bairro Taquaral, disse que a filha foi surpreendida ao ver no grupo mensagens “estranhas” do professor de artes.

De acordo com a reportagem, o professor enviou, às 7h45, três mensagens com referências ao naturismo (prática em que as pessoas ficam nuas) e, em seguida, compartilhou a foto na qual aparece nu, segurando um copo de achocolatado e a frase “bom dia, pelados. Com achocolatado gelado e corpo pelado. Ótimo dia de chuva a todos. Beijos, pelados”.

Um boletim de ocorrência foi registrado na 1ª Delegacia de Defesa da Mulher da cidade por outra mãe de aluno. O docente é investigado por divulgar fotos e vídeos contendo pornografia envolvendo crianças ou adolescentes.

Além disso, a secretaria de Educação abriu procedimento para apurar a conduta do professor.

Em nota enviada à imprensa, o educador afirmou que pratica o naturismo há cerca de 15 anos e enviou a foto no grupo errado. Ele contou que informou a direção da escola assim que percebeu o que tinha ocorrido e propôs debate sobre o tema.
 

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS