X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Policial militar é a rainha dos músculos

| 09/12/2019 17:51 h | Atualizado em 11/12/2019, 09:19

Estrear em uma competição de fisiculturismo e ficar entre os cinco melhores não é para qualquer um. Esse feito foi conquistado pela policial militar Rubia Kelly Azevedo, de 33 anos, do município de Anchieta, Sul do Estado.

Ela se destacou na IV Copa Capixaba de Bodybuilder e Fitness, realizado no dia 30 de novembro, em Vitória. Competindo pela primeira vez, Rubia fez bonito e ficou na quinta colocação do Top 5, na categoria Wellness Fitness até 1,68 metro, feminina.

Rúbia durante a competição. Meta agora é participar de desafios nacionais
Rúbia durante a competição. Meta agora é participar de desafios nacionais |  Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal
O resultado foi mais do que satisfatório para a militar, que entrou na competição para se divertir e saiu de lá com uma medalha.

“Quando eu me inscrevi, minha vontade era conhecer o pessoal envolvido nisso, e me divertir. Mas quando cheguei ao local, me encontrei. Foi uma sensação maravilhosa”, explicou.

Novata em competições, Rubia começou a treinar em 2016.

“Eu estava acima do peso e não estava feliz com meu corpo, sentia dores no joelho. Foi quando decidi entrar na academia. Em 2017, mudei minha alimentação, cortei refrigerante. A partir daí, comecei a reparar as mudanças no meu corpo”.

Quando conheceu o fisiculturismo, através de uma amiga, percebeu que era o que queria. Em seguida, procurou um consultor físico e começou uma rotina de exercícios diários, buscando o aprimoramento muscular.

“Os resultados foram surgindo. Foi, então, que me interessei pelas competições de fisiculturismo”, contou a militar.

Agora, a meta é participar de competições nacionais. Pretende retornar em 2020 para a Campeonato Estadual de Bodybuilding e Fitness e conquistar o primeiro lugar, para que, assim, possa se classificar para a Copa Nacional.

“Vou me desenvolver melhor para as próximas competições, conseguir um maior volume de músculos e voltar para ganhar as próximas competições”, disse. O campeonato estadual é realizado pela Federação Capixaba de Bodybuilding e Fitness.

Os melhores atletas são escolhidos pelo conjunto apresentado aos jurados. A categoria Wellness, na qual Rubia competiu, são para atletas que possuem os glúteos e coxas mais volumosos, porém desenvolvidos segundo a forma feminina natural.

“Treinos ajudam a desestressar”

Rúbia durante a competição. Meta agora é participar de desafios nacionais
Rúbia durante a competição. Meta agora é participar de desafios nacionais |  Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal
A Tribuna – Sempre se interessou por fisiculturismo?
Rubia Kelly Azevedo – Quando criança, nem gostava de atividades físicas. Em 2016, estava com excesso de peso, com quase 80 quilos, e sentia muitas dores no joelho. O peso estava me incomodando esteticamente. Comecei a treinar.

Quando você começou?
Em 2017. Conheci uma amiga que tinha interesse em fisiculturismo. Aí, pesquisei e me interessei. Fui para uma consultoria com um casal de atletas e comecei uma rotina de treinos e dieta.

Como soube da competição?
Quando comecei com o fisiculturismo, pesquisei e encontrei um calendário de competições. Conversei com meus consultores sobre a possibilidade de participar. Eles avaliaram se era possível entrar em uma competição, e a resposta foi sim.

O que te levou a decidir entrar na disputa?
Achei bonitas as formas físicas das pessoas. Comecei a acompanhar meu corpo mudando, me deu vontade de participar.

Como seus familiares e colegas reagiram à sua mudança?
Algumas pessoas me incentivaram. Outras diziam que não precisava.

Você sente algum preconceito de outras pessoas?
Tem muito preconceito. As pessoas acham feia uma mulher que tem músculos, mas eu acho lindo.

Como se sente no fisiculturismo?
Me sinto realizada, psicologicamente, me deixa bem. Às vezes, o dia é bem estressante e os treinos me ajudam a desestressar.
 

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS