Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

PM utiliza diálogo com jovens em Cariacica e atitude viraliza na internet

| 15/12/2019 15:37 h | Atualizado em 16/12/2019, 15:14

O sargento Willian e os jovens de Cariacica Sede
O sargento Willian e os jovens de Cariacica Sede |  Foto: Reprodução/Facebook

"Sabendo conversar, você se aproxima de qualquer grupo!!", assim começa a publicação do sargento Willian Rodrigues Vieira, que faz parte da corporação há 13 anos. Até às 15 horas deste domingo (15), o post original já havia alcançado números que assustaram o policial: mais de 2 milhões de visualizações, quase 30 mil curtidas e mais de 18 mil compartilhamentos.

Mas o que poderia chamar atenção de tantas pessoas e até de páginas famosas da rede social? Um grupo de jovens se reuniu na praça do bairro Cariacica Sede para a realização de uma roda de Hip-Hop e, no mesmo horário acontecia uma missa na igreja da pracinha. Vários moradores, então, começaram a ligar para a Polícia, denunciando os jovens. O caso ocorreu no dia 8 de novembro, mas viralizou quando foi compartilhada pela página Quebrando o Tabu, na manhã de hoje (15).

"Meu comandante me ligou e pediu para que eu fosse na pracinha porque os moradores estavam reclamando que os jovens estavam fazendo bagunça e atrapalhando a missa. Quando a viatura chegou, eles ficaram até assustados, mas logo que comecei a falar com educação e fazendo brincadeiras, eles começaram a prestar atenção no que eu estava falando e ainda se comprometeram a procurar o padre da igreja para combinar horários que ficassem bons para os dois lados. No final da conversa, eles foram para um lugar que não atrapalhasse até o fim da missa", contou o sargento. 

Apesar de concordar que esse comportamento vindo da Polícia Militar pode parecer um pouco incomum para algumas pessoas, Willian não esperava toda essa repercussão.

"Eu não imaginava que iria chegar a esse ponto. Quando chegou a mil curtidas, eu já achei que era muito e fiquei satisfeito, mas agora saiu até na página 'Quebrando o Tabu' e pessoas do Brasil inteiro estão me mandando mensagens para pedir conselhos e orientação em casos de briga entre vizinhos, casais, ameaça", explicou.

De acordo com o sargento, ele sempre gostou muito de dialogar com as pessoas, mas ele afirma que a cabeça abriu muito mais para esse método, em maio deste ano, quando se formou sargento na Academia de Polícia Militar do Estado. 

"Lá dentro a gente recebeu muita orientação nesse sentido. A grade curricular é totalmente voltada para o diálogo em todas as situações. A força física tem de ser usada apenas em último caso".

Confira a publicação original:

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS