Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Planos de saúde vão cobrir novos exames, cirurgias e remédios

| 03/03/2021 17:09 h

Uma nova resolução da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), publicada ontem no Diário Oficial da União, promoveu uma atualização nos procedimentos que devem ter cobertura garantida por planos de saúde privados.
Novos exames, cirurgias e remédios passaram a fazer parte da lista obrigatória de assistência, que devem ser cumpridas mês que vem.

Ao todo, foram adicionadas 69 coberturas, sendo 50 relativas a medicamentos e 19 referentes a exames, terapias e cirurgias indicadas no tratamento de enfermidades do coração, intestino, coluna, pulmão e mama, entre outras.

Médicos no centro cirúrgico: novos procedimentos vão ter cobertura garantida por planos de saúde a partir de abril
Médicos no centro cirúrgico: novos procedimentos vão ter cobertura garantida por planos de saúde a partir de abril |  Foto: Arquivo/AT
Entre os remédios, passam a integrar a lista obrigatória de assistência 17 imunobiológicos que poderão ser usados para tratar doenças inflamatórias, crônicas e autoimunes, como psoríase, asma e esclerose múltipla.

Outros 19 são remédios orais contra diversos tipos de câncer. Mulheres com tumor na mama em estágio avançado, por exemplo, poderão contar com a cobertura do Abemaciclibe, Ribociclibe e Palbociclibe. Outra droga incluída é o Osimertinibe, que tem sido apontado em estudos como responsável por aumentar a sobrevida de pacientes com câncer de pulmão metastático.

Em relação às cirurgias, terão coberturas novas intervenções para tratar hérnia de disco lombar e deformidade na mandíbula, além de problemas na coluna cervical e no coração. Os exames e terapias incluídos permitirão diagnósticos e tratamentos de tuberculose, inflamação intestinal, leucemia mieloide, cânceres, entre outras doenças.


SAIBA MAIS


A aprovação
> Foi publicada no Diário Oficial da União de ontem uma resolução que amplia o número de procedimentos com cobertura pelos planos de saúde particulares. Assim, novos exames, cirurgias e remédios entram na lista das obrigações dos seguros.
> Foram adicionadas 69 coberturas: 50 são relativas a medicamentos e 19 referentes a exames, terapias e cirurgias indicadas no tratamento de enfermidades do coração, intestino, coluna, pulmão, mama, entre outras.
> Passam a fazer parte da lista obrigatória de assistência 17 imunobiológicos, que poderão ser usados para tratar doenças inflamatórias, crônicas e autoimunes, como psoríase, asma e esclerose múltipla.
> Mais 19 remédios orais indicados nos tratamentos de diversos tipos de câncer estão incluídos. Mulheres com tumor na mama em estágio avançado, por exemplo, poderão contar com a cobertura do Abemaciclibe, Ribociclibe e Palbociclibe.
> Em relação às cirurgias, terão coberturas novas intervenções para tratar hérnia de disco lombar e deformidade na mandíbula, além de problemas na coluna cervical e no coração.

Alguns medicamentos incluídos na cobertura
> Tratamento de câncer de mama: Ribociclibe, Abemaciclibe e Palbociclibe.
Tratamento de câncer de pulmão: Alectinibe, Elisato de Nintedanibe e Osimertinibe.
> Tratamento de asma: Benralizumabe, Mepolizumabe e Omalizumabe.
tratamento de doença de Paget (deformidades ósseas): terapia intravenosa (na veia) com ácido zoledrônico.

Alguns exames, terapias, cirurgias e consultas
> Exames: tuberculose, pré-eclâmpsia, câncer de pulmão e leucemia.
> Terapias: radioterapia para câncer de mama e terapia por pressão negativa para úlcera de pé diabético.
> Consulta com enfermeiro obstetra.

Fonte: Agência Nacional de Saúde (ANS).

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS