Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Paixão e casamento após os 50 anos

No Espírito Santo, entre 2018 e 2020, mais de 13 mil pessoas nessa faixa etária trocaram as alianças, segundo o IBGE

Maria Fernanda Conti, do jornal A Tribuna | 09/02/2022 17:35 h

Casal Maria de Fátima, 62 anos, e Ronaldo Barbosa, 61, depois de namorar a distância, oficializou a união em 2021
Casal Maria de Fátima, 62 anos, e Ronaldo Barbosa, 61, depois de namorar a distância, oficializou a união em 2021 |  Foto: Lucas Sandonato/AT
 

Provando que o amor não tem idade nem hora para acontecer, mais de 13 mil pessoas com 50 anos ou mais decidiram “trocar as alianças” no Espírito Santo, entre 2018 e 2020. Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

No período analisado, 13.048 homens e mulheres dessa faixa etária resolveram se casar. Desse total, 3.769 oficializaram a união com a pessoa amada em 2020, o último ano do levantamento do IBGE.   

A maior incidência de casamentos depois dos 50 anos ocorreu entre os homens, com 7.914 registros, frente aos 5.134 das mulheres ao longo dos três anos.  

Para a psicóloga Marina Miranda, esses dados demonstram uma maior tendência dos indivíduos de darem prioridade aos próprios projetos pessoais, antes de se decidirem se sobem ou não ao altar. 

“As pessoas têm se preocupado mais com a carreira profissional, em viajar, realizar sonhos, enfim, nutrir outros tipos de experiências. Os desejos internos estão sobressaindo mais”, informou.

Ela ressalta ainda que a ideia de que “os casamentos são para sempre” começaram a se desfazer nessas faixas etárias, abrindo portas para novos relacionamentos.  

“Geralmente, esses indivíduos que se casam depois dos 50 estão em um segundo casamento. Ou seja, eles não querem mais se sentir infelizes em casal”, completou Marina. 

Além disso, o aumento da qualidade de vida da população idosa também tem provocado esse número de uniões, como explica a psicóloga Naira Delboni. 

“Por estarem cada vez mais jovens de espírito e de condição física, eles começaram a perceber que podem ser felizes independentemente da idade”, afirma. 

Namorando a distância por quase cinco anos, a costureira aposentada Maria de Fátima de Barros, 62 anos, e o vendedor Ronaldo Barbosa de Moura, 61, resolveram oficializar a união em novembro de 2021.  “Ele se mudou do Rio de Janeiro para Vila Velha e, agora, estamos nos curtindo. Graças a Deus, ele é uma ótima pessoa para mim”, afirmou Maria.

“A gente vive bem, sai todo sábado, gostamos de dançar. Estou muito feliz. Meus filhos gostam dele e os dele gostam muito de mim. Esperamos fazer a cerimônia este ano, após adiamentos”.

Idosos que se conheceram dentro de asilo se casam

Após se conhecerem e começarem a namorar em um asilo, na cidade de Pilar do Sul, no interior de São Paulo, os aposentados Manoel dos Santos, de 70 anos, e Maria Luiza Lemes dos Santos, 63, se casaram no mês passado. As informações são do portal UOL.

Eles se aproximaram por causa de um problema em comum de locomoção e, em pouco tempo, começaram a namorar. Manoel vive no local desde 2002, enquanto Maria Luiza chegou ao lar de idosos em agosto de 2021.    

“Ela chegou um pouco assustada, preocupada. Que nem eu quando cheguei também. Ela estava sentada numa cadeira de rodas, mas ela era tão bonitinha, que eu fiquei de olho nela. Um mês depois eu resolvi pedir ela em namoro e depois pedi a mão dela em casamento”, contou o idoso ao UOL.

A oficialização da união foi realizada em um cartório da cidade, com direito à presença de familiares. Já a festa foi realizada depois, apenas com a participação dos 45 internos do lar de idosos, por conta da pandemia.

Hoje, os dois possuem um quarto isolado na instituição, para conseguirem curtir a vida com privacidade após o matrimônio.


OUTROS CASOS


Luciano Vieira da Silva e Rejane Silva se casaram em outubro do ano passado
Luciano Vieira da Silva e Rejane Silva se casaram em outubro do ano passado |  Foto: Antonio Moreira/AT
 

Namoro a distância

O técnico de informática Luciano Vieira da Silva, de 51 anos, e a pedagoga Rejane Silva, 53, resolveram se casar em outubro do ano passado. 

Os dois estão no segundo casamento. “Temos uma paz interior que nada é capaz de destruir. Saí de uma antiga relação para outra leve e feliz. Foi só depois dos 50 que a gente descobriu o que é amor”, disse Rejane.

Iria Galvão e Júlio Camillo formalizaram a união em 2020
Iria Galvão e Júlio Camillo formalizaram a união em 2020 |  Foto: Acervo Pessoal
 

“É um amor mais leve”

Para a pedagoga Iria Galvão, de 56 anos, que formalizou uma união com o empresário Júlio Camillo, 67, em 2020, um dos maiores benefícios de se casar após os 50 anos é o nível de maturidade da relação.

“Nessa idade, tudo o que mais valorizamos é um amor mais leve e diferente daquele que experimentamos na juventude. Existe a coisa da parceria, que vai se transformando em uma união com menos exigências”, acredita. 

Pedro Bial se casou com Maria Prata em 2015
Pedro Bial se casou com Maria Prata em 2015 |  Foto: Divulgação
 

Filhos pequenos

Em 2015, o apresentador Pedro Bial, com 57 anos na época, se casou com a jornalista Maria Prata, 42, numa cerimônia em Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro.  

Os dois jornalistas são pais de Laura, 4 anos, e Dora, 2 anos.

Tina Turner se casou com Erwin Bach em 2013
Tina Turner se casou com Erwin Bach em 2013 |  Foto: Divulgação
  

Segundo casamento

Conhecida em todo o mundo pelas músicas românticas, a cantora Tina Turner subiu ao altar em 2013, com 73 anos, para se casar com o produtor musical Erwin Bach, à época com 57. Foi o segundo casamento da artista. 

Eles decidiram “trocar as alianças” após 18 anos de relacionamento e seguem juntos até hoje.

Serginho Groisman e Fernanda Molina oficializaram a união após a chegada do primeiro filho
Serginho Groisman e Fernanda Molina oficializaram a união após a chegada do primeiro filho |  Foto: Divulgação
 

União oficializada

Aos 64 anos, o jornalista e apresentador Serginho Groisman, hoje com 71, se casou com a atriz Fernanda Molina, 48. 

O casal estava junto já há nove anos e, em 2015, resolveu oficializar a união por causa da chegada do primeiro filho.

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS