X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Número de casamentos aumenta no Estado

| 05/12/2019 19:02 h | Atualizado em 06/12/2019, 07:22

Uma palavrinha de três letras, “sim”, tem sido dita com mais frequência para selar o número de casamentos no Estado: são 67 por dia, em média. Em contrapartida, a quantidade de divórcios também se destaca em escala crescente, com 25 diariamente.

Os dados, divulgados ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), fazem parte das Estatísticas do Registro Civil realizados no Estado.

No ano passado, foram registrados 24.749 casamentos no Estado, representando um aumento de 1,1% em relação a 2017 (259 a mais). Desses, 129 correspondem a registros de pessoas do mesmo sexo. No Brasil, o número de casamentos reduziu 1,6% no mesmo período.

A Serra, em 2018, registrou o maior número de casamentos: 2.913. Em segundo lugar está Vila Velha, com 2.811 registros. Vitória, com 2.242 e Cariacica com 2.199 casamentos estão na sequência da lista. A cidade que teve menos casamentos no ano passado foi Presidente Kennedy, no Sul do Estado, com 21.

Sobre o divórcio, foram concedidos 9.134 no Estado em 2018, número 2,6% superior ao total em 2017. No País, o número aumentou 3,2% no mesmo período.

Um outro dado chama a atenção: os casais estão se divorciando mais rápido. Em 2007, o tempo médio entre a data do casamento e a data da sentença ou escritura do divórcio era de 18 anos. Em 2018, a duração do casamento diminuiu para 13 anos, em média.

O doutor em Ciências da Religião Edebrande Cavalieri diz que os tempos atuais são marcados por relações líquidas, que se desfazem facilmente. “Com isso, os relacionamentos se tornam fragilizados. As certezas e a segurança que se tinham no passado em relação ao casamento dão lugar à busca de novos horizontes de vida”.

E complementa: “As pessoas não se contentam mais em permanecer submissas a contratos que regulamentam as relações. Assim como as sociedades se desfazem, também o casamento entra no contexto da fragilidade e liquidez. Daí o grande número de divórcios”.

O psicólogo especialista em Saúde Mental e Psicopatologia Felipe Goggi afirma que a tendência é de que o número de divórcios continue crescente.

“A falta de diálogo entre os casais leva os pesquisadores a apostarem que o número de divórcios tende a aumentar para os próximos anos, pois o diálogo é um desafio das relações.”

Amor e cumplicidade

Os casais Camilli Sanz e João Vianna (com buquê) e Ciro de Andrade  e Mabelly de Andrade.
Os casais Camilli Sanz e João Vianna (com buquê) e Ciro de Andrade e Mabelly de Andrade. |  Foto: Leone Iglesias/AT

Em uma imagem, duas realidades distintas. Segurando o buquê de rosas, o casal Camilli Sanz e João Vianna, ambos modelos, sonham com o casamento e a possibilidade de dividirem uma vida juntos. “Não temos medo do futuro, pois nossa relação é de amor”, conta João.

O engenheiro civil Ciro de Andrade e a dona de casa Mabelly de Andrade estão casados há 11 anos e revelam o segredo para uma relação duradoura.

“Casamento é como se fosse uma sociedade, nós sonhamos juntos, nos respeitamos, temos nossos momentos”, explicou Ciro.

Novos planos

Jeanny Nunes se divorciou no ano passado.
Jeanny Nunes se divorciou no ano passado. |  Foto: Divulgação

O casamento da secretária Jeanny Nunes, de 39 anos, não durou para sempre, como ela imaginava.

Depois de 10 anos de relacionamento, ela decidiu se divorciar no ano passado.

“O casamento já não estava dando certo e eu decidi que era melhor nos separarmos. Hoje somos amigos”, disse.

Apesar de não ter dado certo, Jeanny conta que está muito bem sozinha e pensa em ter uma nova família um dia, mas está vivendo o presente.

“Tenho planos de formar uma família no futuro, mas me sinto muito bem resolvida e feliz no momento.”

Você confere a reportagem completa na edição desta quinta-feira (5) do jornal A Tribuna.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS