X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Na pandemia, eles estão juntos no amor e nos negócios

| 12/06/2020 17:11 h

Conciliar a vida afetiva e profissional exige equilíbrio e disciplina para separar os papéis atribuídos a cada um, afirmam psicólogos.

Casais que dividem o mesmo ambiente de trabalho precisam criar sua própria rotina para lidar com os obstáculos que surgem dentro e fora da empresa.

Helena Aniceto  e Rainer Pelissari investiram em trabalho manual com plantas e abriram sua própria empresa
Helena Aniceto e Rainer Pelissari investiram em trabalho manual com plantas e abriram sua própria empresa |  Foto: Dayana Souza/AT

O casal Ana Luisa Oliveira, 24, e Marco Aurélio Ninni, 33, trabalhava em um restaurante, mas, devido às medidas de isolamento social, o local precisou ser fechado e os dois ficaram desempregados.

A partir daí, surgiu a ideia de criar kits para namorados com pão, molhos caseiros e vinhos.

“Gostamos de cozinhar e, com isso, planejamos captar recursos, neste momento, com nossas capacidades caseiras. Pretendemos também proporcionar a outros casais uma experiência única no Dia dos Namorados”, salientou Ninni.

Já Helena Henrique Aniceto, 22, e Rainer Pelissari, 24, optaram pelo trabalho manual com terrários (minijardins) e abriram sua própria empresa.

Para manter tudo alinhado e não deixar a rotina afetar a relação e nem o comportamento no trabalho, os dois buscam ajuda de profissionais.

“Com a pandemia, tem ficado todo mundo em casa, estressado, mas fazemos terapia, para tentar aliviar a tensão e colocar a cabeça no lugar. É difícil, mas conseguimos nos adaptar, e esse trabalho também se torna uma terapia”, relatou Helena.

Para a psicóloga Claudia Salles, é importante ter maturidade para não levar para o lado pessoal as discussões referentes ao negócio.

“Papéis bem definidos, atividades delineadas, cada um com sua função, para evitar invadir o poder de decisão do outro” explicou.

“Neste período de pandemia, definam um horário máximo para trabalhar. Depois, tomem banho, troquem de roupa e sejam um casal”, disse a psicóloga.

O casal Ana Luisa e Marco Aurélio aproveitou o gosto pela culinária e passou a preparar  kits românticos, com pão, molho caseiro e vinho
O casal Ana Luisa e Marco Aurélio aproveitou o gosto pela culinária e passou a preparar kits românticos, com pão, molho caseiro e vinho |  Foto: Fábio Nunes/AT

Analista do Sebrae, Carlos Perrin disse que, durante a pandemia do novo coronavírus, a opção de empreender aumentou. “Nesse momento de desemprego, as pessoas têm buscado, por meio de videoaulas, novas competências para poder gerar e complementar a renda”, contou.

“Qualquer um pode empreender e usar as datas comemorativas como piloto para testar suas habilidades”, observou.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS