X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Mulheres usam o Twitter para denunciar abusos sexuais

| 27/05/2020 18:11 h | Atualizado em 27/05/2020, 19:31

Imagem ilustrativa da imagem Mulheres usam o Twitter para denunciar abusos sexuais

Não existe uma definição única para o abuso ou para o assédio sofridos, em sua maioria, por mulheres. Eles podem ocorrer em festas, na rua, em um relacionamento ou até dentro da casa da vítima. Além disso, se apresentam em formas diferentes: sexual, psicológico, físico ou até financeiro.

Somado à cultura machista que culpabiliza a mulher, isso resulta na fórmula perfeita para os abusadores. Muitas nem sempre sabem que sofreram um abuso ou que foram assediadas. Já as que sabem, em sua maioria, têm medo de falar sobre o assunto. 

Para mudar esse cenário e dar voz a essas vítimas, pessoas resolveram relatar no Twitter os abusos às quais foram submetidas. Mulheres de várias idades e até alguns homens estão utilizando a #Exposed para falar sobre casos recentes, estupros durante a infância, assédio em festas e relacionamentos abusivos. 

Imagem ilustrativa da imagem Mulheres usam o Twitter para denunciar abusos sexuais

O movimento é nacional e ganhou força no Espírito Santo esta semana com a criação de perfis que reúnem os relatos de pessoas do Estado. Um desses perfis é o @ExposeddoES1. No Twitter, as vítimas detalham os abusos e até divulgam os nomes dos abusadores.

Um dos casos que chamou a atenção é o da estudante I.B., de 18 anos, que preferiu não se identificar e escreveu que sofreu um estupro. Mais de 150 pessoas curtiram um tweet em que ela mostra a confissão do agressor, durante uma conversa em outra rede social.  

Quando ainda era menor de idade, em junho do ano passado, a jovem revela que resolveu sair com uma amiga, que tinha um relacionamento com o melhor amigo do rapaz que teria cometido o estupro. Em seu depoimento, I.B. destaca que em nenhum momento demonstrou interesse por ele.

"Quando fomos embora, minha amiga pediu para que eu fosse com ela para casa do melhor amigo do menino, onde ele também estava dormindo. Até então eu não tinha visto problema e aceitei", contou. 

Na madrugada do mesmo dia, I.B. foi abusada sexualmente pelo menos três vezes. Na primeira, o agressor teria tentado uma relação com a estudante, o que foi negado. Na segunda, ele tentou mais uma vez e ela recusou novamente. Os dois acabaram dormindo, mas I.B. conta que acordou com a mão do rapaz em suas partes íntimas. 

"Eu não sei o que ocorreu durante a noite porque dormi. Eu estava dormindo e, quando acordei de manhã, me deparei com isso. Não me mexi, e ele não percebeu que eu havia visto. Quando me mexi para 'acordar', ele rapidamente tirou a mão num susto, vendo que acordei", lembrou.

Em entrevista à reportagem do Tribuna Online, a jovem contou que ficou sem saber o que fazer na hora e que ainda é difícil descrever a sensação.

"Eu fiquei com medo de tudo que poderia ter acontecido enquanto eu dormia. Na mesma hora eu saí do quarto e fui para o quarto em que minha amiga estava com o acompanhante dela, e contei para eles. Eu não sei descrever o que eu senti, mas acho que violada é a melhor palavra para definir. Eu me senti violada".

Com receio de ser desacreditada, I.B. não falou para quase ninguém sobre o caso e também não procurou a delegacia para registrar uma ocorrência. "Na época, até me aconselharam a denunciar, mas eu não tinha provas. Agora que tenho e resolvi fazer esse relato no Twitter com intuito de proteger outras mulheres e também dar voz a elas".

"Amizade"

Em outro depoimento através da hashtag, um rapaz conta sobre os abusos que sofreu em uma relação de amizade. "Eu também fui vítima de um relacionamento abusivo com uma pessoa que foi meu amigo durante 8 meses. Posso não ser uma mulher, mas a sensação de ser abusado e ter o corpo violado é uma das piores que passei na minha vida", começa o relato no Twitter.

O jovem explica que quando o conheceu, o "amigo" era uma pessoa agradável e parecia até ser bem sensível. Mas não demorou muito para que ele demonstrasse quem era de verdade. O rapaz foi abusado na noite em que foi convidado para dormir na casa do agressor, que tentou pegar em suas partes íntimas por diversas vezes. 

"Até que um dia eu não aguentei mais, porque toda vez ele tentava se aproveitar de mim, sendo que eu sempre deixei claro que eu não gostava disso. Não demorou muito pra logo depois eu descobrir que ele tinha feito isso com mais uma pessoa também", diz o relato.

Ajuda 

Além de divulgar as histórias, alguns perfis e projetos nas redes sociais estão sendo criados para oferecer ajuda e mostrar quais são as redes de apoio no Estado. A Colab Mulher, por exemplo, fez a primeira publicação no Instagram há três dias e já reúne mais de 600 seguidores.

Em seu perfil na rede social, o grupo afirma que o projeto é "uma rede colaborativa feminina que tem o intuito de combater qualquer tipo de violência contra a mulher, focando em abordagens no território capixaba".

Quem entra na página tem acesso a um formulário que pode ser preenchido pelas vítimas para relatar os abusos. "É um ambiente seguro para falar sobre a violência e formas de mudar essa realidade", diz a introdução.

Já o perfil @ExposeddoES1 utiliza sua página para dar mais visibilidade às denúncias. "Página para informar a todos e todas os exposeds desses homens abusivos do ES e mostrar quem é quem de verdade. Não se iludam, o inimigo sempre está mais perto", diz a descrição da conta.

<blockquote class="instagram-media" data-instgrm-captioned data-instgrm-permalink="https://www.instagram.com/p/CAjHrz7F7BJ/?utm_source=ig_embed&amp;utm_campaign=loading" data-instgrm-version="12" style=" background:#FFF; border:0; border-radius:3px; box-shadow:0 0 1px 0 rgba(0,0,0,0.5),0 1px 10px 0 rgba(0,0,0,0.15); margin: 1px; max-width:540px; min-width:326px; padding:0; width:99.375%; width:-webkit-calc(100% - 2px); width:calc(100% - 2px);"><div style="padding:16px;"> <a href="https://www.instagram.com/p/CAjHrz7F7BJ/?utm_source=ig_embed&amp;utm_campaign=loading" style=" background:#FFFFFF; line-height:0; padding:0 0; text-align:center; text-decoration:none; width:100%;" target="_blank"> <div style=" display: flex; flex-direction: row; align-items: center;"> <div style="background-color: #F4F4F4; border-radius: 50%; flex-grow: 0; height: 40px; margin-right: 14px; width: 40px;"></div> <div style="display: flex; flex-direction: column; flex-grow: 1; justify-content: center;"> <div style=" background-color: #F4F4F4; border-radius: 4px; flex-grow: 0; height: 14px; margin-bottom: 6px; width: 100px;"></div> <div style=" background-color: #F4F4F4; border-radius: 4px; flex-grow: 0; height: 14px; width: 60px;"></div></div></div><div style="padding: 19% 0;"></div> <div style="display:block; height:50px; margin:0 auto 12px; width:50px;"><svg width="50px" height="50px" viewBox="0 0 60 60" version="1.1" xmlns="https://www.w3.org/2000/svg" xmlns:xlink="https://www.w3.org/1999/xlink"><g stroke="none" stroke-width="1" fill="none" fill-rule="evenodd"><g transform="translate(-511.000000, -20.000000)" fill="#000000"><g><path d="M556.869,30.41 C554.814,30.41 553.148,32.076 553.148,34.131 C553.148,36.186 554.814,37.852 556.869,37.852 C558.924,37.852 560.59,36.186 560.59,34.131 C560.59,32.076 558.924,30.41 556.869,30.41 M541,60.657 C535.114,60.657 530.342,55.887 530.342,50 C530.342,44.114 535.114,39.342 541,39.342 C546.887,39.342 551.658,44.114 551.658,50 C551.658,55.887 546.887,60.657 541,60.657 M541,33.886 C532.1,33.886 524.886,41.1 524.886,50 C524.886,58.899 532.1,66.113 541,66.113 C549.9,66.113 557.115,58.899 557.115,50 C557.115,41.1 549.9,33.886 541,33.886 M565.378,62.101 C565.244,65.022 564.756,66.606 564.346,67.663 C563.803,69.06 563.154,70.057 562.106,71.106 C561.058,72.155 560.06,72.803 558.662,73.347 C557.607,73.757 556.021,74.244 553.102,74.378 C549.944,74.521 548.997,74.552 541,74.552 C533.003,74.552 532.056,74.521 528.898,74.378 C525.979,74.244 524.393,73.757 523.338,73.347 C521.94,72.803 520.942,72.155 519.894,71.106 C518.846,70.057 518.197,69.06 517.654,67.663 C517.244,66.606 516.755,65.022 516.623,62.101 C516.479,58.943 516.448,57.996 516.448,50 C516.448,42.003 516.479,41.056 516.623,37.899 C516.755,34.978 517.244,33.391 517.654,32.338 C518.197,30.938 518.846,29.942 519.894,28.894 C520.942,27.846 521.94,27.196 523.338,26.654 C524.393,26.244 525.979,25.756 528.898,25.623 C532.057,25.479 533.004,25.448 541,25.448 C548.997,25.448 549.943,25.479 553.102,25.623 C556.021,25.756 557.607,26.244 558.662,26.654 C560.06,27.196 561.058,27.846 562.106,28.894 C563.154,29.942 563.803,30.938 564.346,32.338 C564.756,33.391 565.244,34.978 565.378,37.899 C565.522,41.056 565.552,42.003 565.552,50 C565.552,57.996 565.522,58.943 565.378,62.101 M570.82,37.631 C570.674,34.438 570.167,32.258 569.425,30.349 C568.659,28.377 567.633,26.702 565.965,25.035 C564.297,23.368 562.623,22.342 560.652,21.575 C558.743,20.834 556.562,20.326 553.369,20.18 C550.169,20.033 549.148,20 541,20 C532.853,20 531.831,20.033 528.631,20.18 C525.438,20.326 523.257,20.834 521.349,21.575 C519.376,22.342 517.703,23.368 516.035,25.035 C514.368,26.702 513.342,28.377 512.574,30.349 C511.834,32.258 511.326,34.438 511.181,37.631 C511.035,40.831 511,41.851 511,50 C511,58.147 511.035,59.17 511.181,62.369 C511.326,65.562 511.834,67.743 512.574,69.651 C513.342,71.625 514.368,73.296 516.035,74.965 C517.703,76.634 519.376,77.658 521.349,78.425 C523.257,79.167 525.438,79.673 528.631,79.82 C531.831,79.965 532.853,80.001 541,80.001 C549.148,80.001 550.169,79.965 553.369,79.82 C556.562,79.673 558.743,79.167 560.652,78.425 C562.623,77.658 564.297,76.634 565.965,74.965 C567.633,73.296 568.659,71.625 569.425,69.651 C570.167,67.743 570.674,65.562 570.82,62.369 C570.966,59.17 571,58.147 571,50 C571,41.851 570.966,40.831 570.82,37.631"></path></g></g></g></svg></div><div style="padding-top: 8px;"> <div style=" color:#3897f0; font-family:Arial,sans-serif; font-size:14px; font-style:normal; font-weight:550; line-height:18px;"> Ver essa foto no Instagram</div></div><div style="padding: 12.5% 0;"></div> <div style="display: flex; flex-direction: row; margin-bottom: 14px; align-items: center;"><div> <div style="background-color: #F4F4F4; border-radius: 50%; height: 12.5px; width: 12.5px; transform: translateX(0px) translateY(7px);"></div> <div style="background-color: #F4F4F4; height: 12.5px; transform: rotate(-45deg) translateX(3px) translateY(1px); width: 12.5px; flex-grow: 0; margin-right: 14px; margin-left: 2px;"></div> <div style="background-color: #F4F4F4; border-radius: 50%; height: 12.5px; width: 12.5px; transform: translateX(9px) translateY(-18px);"></div></div><div style="margin-left: 8px;"> <div style=" background-color: #F4F4F4; border-radius: 50%; flex-grow: 0; height: 20px; width: 20px;"></div> <div style=" width: 0; height: 0; border-top: 2px solid transparent; border-left: 6px solid #f4f4f4; border-bottom: 2px solid transparent; transform: translateX(16px) translateY(-4px) rotate(30deg)"></div></div><div style="margin-left: auto;"> <div style=" width: 0px; border-top: 8px solid #F4F4F4; border-right: 8px solid transparent; transform: translateY(16px);"></div> <div style=" background-color: #F4F4F4; flex-grow: 0; height: 12px; width: 16px; transform: translateY(-4px);"></div> <div style=" width: 0; height: 0; border-top: 8px solid #F4F4F4; border-left: 8px solid transparent; transform: translateY(-4px) translateX(8px);"></div></div></div></a> <p style=" margin:8px 0 0 0; padding:0 4px;"> <a href="https://www.instagram.com/p/CAjHrz7F7BJ/?utm_source=ig_embed&amp;utm_campaign=loading" style=" color:#000; font-family:Arial,sans-serif; font-size:14px; font-style:normal; font-weight:normal; line-height:17px; text-decoration:none; word-wrap:break-word;" target="_blank">A Colab Mulher é uma rede colaborativa feminina que tem o intuito de combater qualquer tipo de violência contra a mulher, focando em abordagens no território capixaba. . Você pode fazer parte do projeto enviando notícias, matérias, portais de atendimento, informações de serviços e dicas de conteúdo! Compartilhe essa ideia </a></p> <p style=" color:#c9c8cd; font-family:Arial,sans-serif; font-size:14px; line-height:17px; margin-bottom:0; margin-top:8px; overflow:hidden; padding:8px 0 7px; text-align:center; text-overflow:ellipsis; white-space:nowrap;">Uma publicação compartilhada por <a href="https://www.instagram.com/colabmulher.es/?utm_source=ig_embed&amp;utm_campaign=loading" style=" color:#c9c8cd; font-family:Arial,sans-serif; font-size:14px; font-style:normal; font-weight:normal; line-height:17px;" target="_blank"> Colab Mulher ES</a> (@colabmulher.es) em <time style=" font-family:Arial,sans-serif; font-size:14px; line-height:17px;" datetime="2020-05-23T23:26:02+00:00">23 de Mai, 2020 às 4:26 PDT</time></p></div></blockquote> <script async src="//www.instagram.com/embed.js"></script>

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS