X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

MPF pede que Ufes libere o uso de banheiros conforme identidade de gênero

Intenção é que pessoas travestis, transexuais e transgêneros tenham acesso sem constrangimento

Nathália Cerri Cantarela | 03/08/2022 18:12 h

O Ministério Público Federal (MPF) recomendou que a Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) permita que as pessoas optem pela utilização dos banheiros e vestiários conforme sua identidade de gênero. A intenção do MPF é que pessoas travestis, transexuais e transgêneros tenham acesso resguardado sem constrangimento.

A recomendação aconteceu por meio da Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão, e deve acontecer independentemente de regulamentação. Atualmente já existe um regulamento dentro da universidade que admite o acesso aos banheiros de acordo com identidade de gênero, porém somente no Departamento do Centro de Educação. Com a recomendação, o MPF pede que o acesso seja em todas as unidades da Ufes.

O MPF pediu ainda que a Ufes divulgue a medida entre professores, funcionários e alunos, para garantir que seja cumprido e que ninguém sofra constrangimento ao tentar a utilização. A reitoria tem 15 dias para informar sobre acatamento da recomendação.

IFES

O Ministério Público também enviou ofício ao Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) solicitando informações sobre a política institucional no que se refere ao assunto. Em resposta, o Ifes informou que a proposta para a utilização dos banheiros vai ser encaminhada para análise do Colégio de Dirigentes da instituição. 

Leia Mais: Universitários poderão utilizar banheiro conforme identificação de gênero

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS