Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Motoristas de ônibus decidem hoje se começam greve

| 04/12/2019 06:37 h

Imagem ilustrativa da imagem Motoristas de ônibus decidem hoje se começam greve
Motoristas e cobradores de ônibus farão duas assembleias hoje para decidir se entram em greve. Nos encontros, marcados para as 10h30 e 15h30, os trabalhadores vão conhecer a última proposta de reajuste salarial apresentada pelos empresários que controlam o transporte público da Grande Vitória.

Caso os rodoviários recusem a proposta, a paralisação será confirmada e pode ter início ainda hoje ou à zero hora de amanhã, afetando 700 mil passageiros. A previsão é de que 1.225 ônibus deixam de circular – o que representa 70% da frota total.

Motoristas e cobradores de ônibus pedem aumento de 10% do salário, além de redução da jornada de trabalho de 7h20 para 6 horas diárias e pagamento integral do plano de saúde. Já os empresários oferecem reajuste de 2,54% e consideram o pedido dos funcionários como “fora da realidade”.

A greve estava marcada para começar na última segunda-feira, mas foi suspensa por três dias a pedido da desembargadora do Tribunal Regional do Trabalho, Ana Paula Tauceda Branco (TRT-ES).

A magistrada propôs três rodadas de negociações para que um reajuste salarial de 3,04% mais ganho real seja analisado.

As duas primeiras reuniões entre rodoviários e empresários terminaram sem acordo. Na audiência de ontem, o Sindicato das Empresas de Transporte Metropolitano da Grande Vitória (GVBus) informou que a situação financeira das empresas é “extremamente grave” e que a categoria profissional teve ganho real expressivo (cerca de 38%) em nove anos.

Em apoio aos rodoviários, a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes Terrestres alegou durante a audiência que a tarifa dos ônibus teve reajuste maior do que a inflação, que foi utilizada pelo GVBus para justificar o percentual de aumento oferecido.
Em janeiro deste ano, a passagem foi reajustada em 10,29%, passando de R$ 3,40 para R$ 3,75. Há previsão de um novo reajuste da tarifa no próximo mês, conforme prevê o contrato.

Para resolver o impasse, uma última audiência será realizada hoje, às 8h, na sede do Ministério Público do Trabalho, em Vitória.

Em seguida, às 10h30, o Sindicato dos Rodoviários do Estado (Sindirodoviários-ES) realiza a primeira assembleia para debater a proposta final, na quadra da escola de samba Novo Império, no bairro Mário Cypreste, em Vitória. No mesmo local, às 15h30, haverá outra assembleia.

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS