X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Ministro da Saúde diz que Brasil receberá antiviral para combater nova varíola

Na última sexta-feira (29), a pasta confirmou a primeira morte pela doença. A vítima foi um paciente com histórico de comorbidades

Iander Porcella, da agência Estado | 01/08/2022 08:37 h

Nova varíola: ministro diz que Brasil vai receber medicamento
Nova varíola: ministro diz que Brasil vai receber medicamento |  Foto: Divulgação
 

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou nesta segunda-feira (1º), em seu perfil no Twitter, que o Brasil receberá o antiviral tecovirimat para combater a nova varíola. Na última sexta-feira (29), a pasta confirmou a primeira morte pela doença no País, em Belo Horizonte (MG).

"O Ministério da Saúde receberá, por intermédio da OPAS (@pahowho), o antiviral tecovirimat para reforçar o enfrentamento ao surto de Monkeypox no Brasil. Serão contemplados casos mais graves em um primeiro momento", escreveu Queiroga, em referência à Organização Pan-americana de Saúde (Opas). O ministro não informou, contudo, quando o País receberá o antiviral, nem o número de doses.

A primeira morte por conta da nova varíola no Brasil foi de um homem de 41 anos, que tinha, de acordo com o Ministério da Saúde, imunidade baixa e comorbidades, incluindo câncer, quadro que foi agravado pela varíola.

No último dia 23 de junho, a Organização Mundial da Saúde (OMS) decretou que a nova varíola é uma emergência sanitária global, diante da expansão da doença e do risco de contaminação. Segundo os últimos dados divulgados pelo Ministério da Saúde, 1 066 casos já foram identificados no Brasil.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS