X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Ministério da Saúde confirma primeira morte por nova varíola no Brasil

Até o momento, o país tem 1.066 casos confirmados da doença

Raquel Lopes, da Agência Folhapress | 29/07/2022 11:23 h | Atualizado em 29/07/2022, 12:10

Nova varíola: primeira morte confirmada no Brasil
Nova varíola: primeira morte confirmada no Brasil |  Foto: Arquivo/AT
 

O Ministério da Saúde confirmou a primeira morte causada pela nova varíola no Brasil. Trata-se de uma pessoa de Uberlândia, em Minas Gerais.

Segundo autoridades do Ministério da Saúde ouvidas pela Folha de São Paulo, trata-se de um homem de 41 anos, portador de comorbidades e imunossuprimido.

Até esta quinta (28), o Brasil já registrava 1.066 diagnósticos confirmados da doença, conforme o Ministério da Saúde. A pasta também anunciou a criação de um comitê de emergência para a nova varíola.

No Espírito Santo, dois homens foram diagnosticados com a nova varíola e outros quatro seguem em investigação. 

A doença é disseminada principalmente ao tocar as lesões na pele que os pacientes apresentam. No surto atual, pesquisas já mostram que a propagação da doença ocorre durante atividades sexuais.

A principal forma de prevenção é o isolamento de pacientes com a monkeypox para evitar que outras pessoas tenham contato com os doentes. A vacinação em grupos prioritários e em pessoas que tiveram contato recente com os doentes também são medidas importantes para se proteger da doença.

Até o momento, o Brasil não conta com os imunizantes. O país, por meio da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), espera conseguir as vacinas com a finalidade de vacinar grupos de maior risco, como profissionais da saúde que têm contato direto com o vírus.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS