X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Menina arremessada de brinquedo em parque tem alta e fica sabendo de morte da mãe

| 13/02/2020 14:30 h | Atualizado em 13/02/2020, 14:46

A pequena Maria Alice Poubel, de 8 anos, que foi arremessada de um brinquedo em um parque de diversões em Itapemirim, já teve alta e foi comunicada da morte da mãe, a professora Miriam de Oliveira, 38.

Segundo o tio da menina, Vinícius Almeida, o irmão, Douglas Poubel, pai de Maria Alice, contou sobre a morte da mãe ainda no hospital. De acordo com ele a menina chorou muito e agora segue para a casa, que fica em Viana. "Ficamos triste com a situação mas damso graças a Deus pela vida da Maria Alice", disse.

O caso
A família mora em Viana, mas estava passeando em Itapemirim no dia da tragédia, dia 1º de fevereiro. Miriam estava com a filha e o marido no parque de diversões Center Toys e as duas foram para um brinquedo conhecido como "Surf", que faz um giro de 360 graus.

Miriam de Oliveira morreu ao cair do brinquedo no parque
Miriam de Oliveira morreu ao cair do brinquedo no parque |  Foto: Ivny Matos/ Divulgação
A professora teria caído primeiro, quando o brinquedo começou a girar muito rápido. Ela fraturou o crânio e as pernas, morrendo no local. A criança foi arremessada e sofreu traumatismo craniano.

À Polícia Civil, Douglas contou que, ao ver que o brinquedo estava girando em alta velocidade, pediu ao operador que desligasse a máquina, o que não aconteceu.

O dono do parque, Norimarcos Márcio Matias, 50, e o operador, Alessandro Rodrigues dos Santos, 23, foram autuados por homicídio culposo e lesão corporal culposa (sem intenção de matar). Chegaram a ser levados presos, mas foram liberados.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS