Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Mais uma cidade do Estado não retorna aulas presenciais em 2020

| 14/10/2020 17:12 h | Atualizado em 14/10/2020, 17:39

Aulas presenciais só voltam em 2021 em Linhares
Aulas presenciais só voltam em 2021 em Linhares |  Foto: Secom Linhares/Felipe Reis

Mais uma cidade capixaba decidiu não retornar com as aulas presenciais  na rede municipal neste ano. Na terça-feira (13), a Prefeitura de Linhares anunciou que os alunos do ensino fundamental e infantil só vão voltar para escola em 2021.

Nesta quarta (14), a Prefeitura de Vitória também anunciou que as aulas presenciais não serão retomadas em 2020, após pesquisa feita com pais e comunidade escolar. 

Segundo a prefeitura de Linhares, as atividades remotas para esses estudantes seguem até 22 de dezembro, quando chega ao fim o ano letivo. Os exercícios são passados em apostilas enviadas para o Ensino Fundamental e os jogos pedagógicos à Educação Infantil.

"A medida foi tomada por falta de indicadores que tragam segurança aos funcionários e alunos, e, consequentemente, para a comunidade com o retorno das aulas", informou a prefeitura.

O município explica que a Portaria nº 8 de agosto de 2020, da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) e da Secretaria de Estado da Educação (Sedu), determina medidas de segurança estabelecidas no Protocolo e no Plano Estratégico de Proteção e Controle (PEPC), este último, contém 96 ações que deverão ser seguidas rigorosamente pelas unidades de ensino.

"Cada escola vai elaborar o seu plano, baseado na sua estrutura física, e formará um comitê composto por funcionários da instituição e familiares, que juntos vão contribuir na tomada de decisões e no monitoramento das ações contidas no Plano", informa a prefeitura.

Dentre as ações previstas no protocolo está o distanciamento de 1,5 metro de uma carteira para a outra. Cada escola medirá suas salas e escalonará seus alunos que não retornam todos ao mesmo tempo.

De acordo com a prefeitura, os funcionários das escolas receberão capacitação realizada pela Vigilância Sanitária, da Secretaria Municipal de Saúde, dividida por segmento, sobre todos os procedimentos de segurança a serem seguidos.

"Todos os itens de segurança propostos no Protocolo como máscara para aluno e funcionários, álcool 70, termômetros, fitas de isolamento e fitas adesivas para demarcar as carteiras, já foram adquiridos pelo Município".

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS