Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Mais de vinte carros e motos roubados todo dia na Grande Vitória

Até o dia 31 de janeiro deste ano, cerca de 453 veículos foram furtados na região

Jaciele Simoura, Júlia Afonso e Kananda Natielly, do jornal A Tribuna | 03/02/2022 16:38 h | Atualizado em 03/02/2022, 16:39

O número de carros e motos levados em assaltos no Estado tem chamado atenção: pelo menos 652 veículos foram roubados no Espírito Santo nos 31 primeiros dias do ano, o equivalente a 21 casos por dia.

Mais da metade dos registros aconteceram na Grande Vitória, onde 453 veículos foram furtados e roubados. O número representa 15 casos por dia.

Embora revelem uma redução de 8% em comparação ao mesmo período de 2021, quando foram registrados 707 roubos e furtos de veículos no Estado, os dados do painel de crimes patrimoniais da Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp) chamam atenção de especialistas.

Para o mestre em Segurança Pública Thiago Andrade, o furto e o roubo de veículos são responsáveis pela expressiva representatividade da violência no Estado. 

“É o crime do dia a dia. Os criminosos têm alguns objetivos com a subtração: ora para empreender fuga, ora para a prática de outros crimes, como ataques a grupos rivais e homicídios”, afirmou.

Rogério Fernandes Lima, especialista em Segurança Pública, lembrou outro motivo que leva os ladrões a roubarem carros de passeio. “Desmanche para revenda em mercado ilegal. Os veículos mais potentes, eles (criminosos) usam para empreender fuga”, disse.

Rogério Fernandes: muitos veículos furtados são levados para desmanche
Rogério Fernandes: muitos veículos furtados são levados para desmanche |  Foto: Leone Iglesias - 24/01/2022
 

Além do prejuízo financeiro, muitos ladrões têm deixado um sentimento de angústia e tristeza na família de quem acaba perdendo a vida, após ter sido vítima de assaltos, como aconteceu com o empresário Cléber Bergamini, de 42 anos, morto ao reagir a um roubo em Maracanã, Cariacica, nesta quarta-feira (2). 

Assim como o empresário, outras 43 pessoas, em 2021, também perderam a vida ao serem assaltadas no Estado, segundo a Sesp.

“A maioria dos latrocínios ocorre porque as pessoas se assustam ou tentam reagir. Ela sabe da dificuldade de recuperar aquele bem ou até mesmo de adquirir um novo e acaba tendo reações como essas”, explica o especialista em segurança pública Emir Pinho.

A pena de reclusão para quem comete um  roubo seguido de morte, o chamado “latrocínio”, pode chegar a 30 anos. “Já os casos que a violência acarrete lesão corporal grave a pena é de sete a 18 anos de reclusão”, disse advogado criminalista Flavio Fabiano.

Marcas de veículos preferidas dos bandidos

Por serem considerados um meio de transporte rápido e principalmente pela facilidade de venda de suas peças, os carros populares são os mais visados por bandidos. Além deles, as caminhonetes também estão na lista dos veículos mais cobiçados por assaltantes.

No ranking dos mais visados pelos criminosos estão o Ford Ka, Chevrolet Onix, Renault, Sandero e VW Gol, segundo a polícia e especialistas. 

“Os carros considerados de passeio não chamam tanta atenção em relação aos carros considerados de luxo e também não contam com tantos dispositivos de segurança ou localização, mais comuns em carros mais caros. Por isso o criminoso faz a opção pelos carros de passeio populares”, explicou Thiago Andrade, mestre em Segurança Pública.

Para Emir Pinho, especialista em Segurança Pública, o que está motivando o roubo desses veículos é falta de peças no mercado.   

“As próprias montadoras estão com os veículos parados, então, elas vão ser encontradas onde? No mercado paralelo de peças usadas, de desmanche. Então, isso motivou bastante o crime”, disse.

Rogério Fernandes Lima, especialista em Segurança, lembrou que os carros mais potentes também são alvo de bandidos. “As caminhonetes, por exemplo, são cobiçadas por isso”, disse.


ALGUMAS DICAS DE SEGURANÇA


  • 1 - Não fique dentro do veículo quando parado, principalmente falando ao celular ou lendo e enviando mensagens. 
  • 2 - Procure estacionar o veículo em local visível e de boa luminosidade. Não estacione em local onde não possa sair rapidamente. Sempre que possível, use estacionamentos particulares.
  • 3 - Seja observador e focalize as pessoas que estão próximo ao local onde pretende estacionar. Tanto na saída do carro, quanto na entrada, o motorista pode ser surpreendido.
  • 4 - Seja discreto e não ande com a chave na mão. Você poderá ficar sem ela e, consequentemente, sem o veículo.
  • 5 - Documentos devem ficar fora do carro, assim como objetos de valor. Guarde embrulhos no porta-malas.
  • 6 - Assim como documentos, não deixe outros objetos no carro. Dessa forma você previne arrombamentos, evitando gastos.
  • 7 - Se possível, à noite, ao sair de casa para festas, use um táxi, pois o seu carro estacionado na porta de um clube, teatro ou boate, estará à disposição da ação dos bandidos.
  • 8 - Trave as portas do carro e ande com os vidros fechados.
  • 9 - Nunca dê carona a pessoas estranhas.
  • 10 - Ao notar que está sendo seguido, busque entrar em locais movimentados e avise à polícia.
  • 11 - Não pare o carro para discutir freadas bruscas ou mesmo pequenas batidas, em especial à noite. Com frequência, os ladrões começam dessa maneira um assalto.
  • 12 - Se o pneu do carro furou em local perigoso, não corra riscos. Trafegar um ou dois quilômetros com o pneu baixo ou vazio pode trazer prejuízo menor do que ser assaltado e ter o carro levado.
  • 13 - Não pare na rua para fazer ou receber ligações no celular, especialmente à noite.
  • 14 - Evite namorar ou esperar alguém dentro de veículos, principalmente à noite ou em locais com pouca luminosidade.
  • 15 - Caso alguém jogue substância tipo gel no para-brisa, não ligue o limpador. O objetivo pode ser a perda da visibilidade e a parada do veículo para assalto.

Fonte: Pesquisa A Tribuna e especialistas entrevistados.

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS