X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Mais de 7 mil novas vagas em creches após pandemia

| 17/06/2020 17:33 h | Atualizado em 17/06/2020, 17:43

A expectativa na área da educação para o período pós-pandemia é que mais vagas em creches sejam criadas no Estado com a construção de novas estruturas.

A previsão é de mais de 7 mil vagas para crianças de zero a 5 anos nas redes municipais.

Os municípios planejam a expansão para suprir necessidades prévias e atender novas demandas.

Rhayanny está na expectativa pela inauguração de nova creche em Alecrim, para matricular a filha Yumi, de 3 anos
Rhayanny está na expectativa pela inauguração de nova creche em Alecrim, para matricular a filha Yumi, de 3 anos |  Foto: Dayana Souza/AT
O Estado também tem colaborado para a expansão do ensino infantil, construindo 30 prédios com recursos próprios – dez deles já prontos, segundo o secretário de Estado da Educação, Vitor de Angelo. Cada unidade terá capacidade para 100 crianças, disse.

“Assumimos postura de colaboração para atingir metas do plano de educação, que inclui ofertar vagas para 50% das crianças de 6 meses a 3 anos e para 100% das crianças de 4 e 5 anos”, detalhou Vitor. “Até o final desta gestão, temos como objetivo apoiar a construção de mais 100 creches.”

Na Serra, a obra da “supercreche” de Vista da Serra II foi concluída neste mês.

A inauguração ocorrerá após autorização para retorno das atividades pedagógicas presenciais, quando serão aceitas matrículas para 380 vagas. Até agosto de 2021, a previsão é de 1.080 novas vagas.

A gerente de Educação Infantil da Serra, Luciana Paneto, destaca que “essa etapa tem papel fundamental para, trabalhando interações e brincadeiras, desenvolver a criança de modo integral, ou seja, psico, emocional e socialmente”.

Em Cariacica, quatro novas unidades deverão ser concluídas ainda este ano e mais duas até julho de 2021, ofertando mais 1.400 vagas para crianças até 5 anos.

Já a Educação Infantil em Vila Velha contará com aproximadamente 3.500 novas vagas em 11 novas unidades até o próximo ano.

O secretário municipal de Educação de Vila Velha, Roberto Beling, explica que a oferta será para suprir o déficit já existente e se preparar para novas demandas.

“Vila Velha tem forte adensamento populacional, em função de migração, além da taxa de natalidade. Então, temos de ampliar as vagas constantemente”, disse.

A operadora de caixa Rhayanny Pereira Costa, de 31 anos, está na expectativa pela inauguração da nova creche em Alecrim, para matricular a filha Yumi Arhunna, 3.

“Eu preciso da creche para poder procurar um emprego, pois não tenho com quem deixá-la para ir trabalhar”, explicou.

Alunos não devem levar brinquedos de casa

O retorno às atividades pedagógicas presenciais deverá seguir diretrizes para proteção à saúde das crianças.

Adriana Sperandio: estratégias
Adriana Sperandio: estratégias |  Foto: Dayana Souza - 16/10/2019
Na Educação Infantil, as normas serão adequadas à realidade dos pequenos, o que inclui a recomendação para os pais não enviarem brinquedos de casa.

A pediatra do Programa de Saúde da Escola de Vila Velha, Marcia Andriolo, observou que as equipes escolares adotarão medidas para evitar a propagação do vírus, mas as famílias devem estar atentas.

“Ao chegarem à creche, as mochilas serão higienizadas, mas o ideal é não levarem brinquedo de casa e irem com roupas que não foram usadas em dias anteriores”, orientou.

O município de Vitória também criou um grupo de trabalho envolvendo equipes de saúde e educação para traçar estratégias adequadas aos pequenos, afirma a secretária municipal de Educação, Adriana Sperandio.

“Estamos em processo de construção de protocolos para cada grupo de estudantes. O detalhamento ainda está sendo feito, mas já avaliamos a aquisição de termômetros, dispersor de álcool em gel, equipamentos de proteção individual e tapetes sanitizantes”, informou a secretária.


SAIBA MAIS


Novas escolas na Grande Vitória

Cariacica
> Serão 1.400 novas vagas, com previsão de entrega até julho de 2021.
> Em Jardim América, Morrinhos, Porto Belo II e Vale dos Reis, em dezembro, com 200 vagas cada.
> Cmei Alzira Ramos, previsto para junho de 2021, com 200 vagas.
> Em Vila Prudêncio está prevista para julho de 2021, com 400 vagas.

Serra
> Prevê quatro novas unidades, com 1.080 vagas até 2021.
> A supercreche de Vista da Serra II, com 380 vagas, já está pronta.
> Cmei de Campinho da Serra I: entrega em dezembro, com 190 vagas.
> Cmei do Bairro de Fátima: junho de 2021, com 190 vagas
> Supercreche de Colina da Serra, agosto de 2021 , com 320 vagas.

Vila Velha
> Serão 3.500 novas vagas, sendo 80% delas ainda este ano.
>Unidades em Alecrim, São Torquato, Praia das Gaivotas terão 376 vagas cada, ainda este ano.
> No 1º semestre de 2021, Sítio Batalha (200); São Conrado, Ulisses Guimarães e Jabaeté (376); Divino Espírito Santo (450); e Jaburuna (208). Para o 2º semestre, Araçás (460).

Vitória
> Das 4.954 vagas abertas este ano, 1.555 continuam disponíveis.

Fonte: Prefeituras citadas

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS