Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Lixo eletrônico de Vitória vai ser enviado de volta às fábricas

| 15/08/2021 16:40 h | Atualizado em 15/08/2021, 16:52

Televisores, controle remoto, geladeiras e até fones de ouvido: 80% dos eletroeletrônicos recolhidos pela Prefeitura de Vitória serão devolvidos para as indústrias e reutilizados na produção de novas mercadorias.

O serviço foi viabilizado por um acordo entre a prefeitura e a Associação Brasileira de Reciclagem de Eletroeletrônicos e Eletrodomésticos (Abree).

“Esse acordo demonstra o compromisso da prefeitura com as gerações futuras, com um recolhimento adequado”, salientou o prefeito de Vitória, Lorenzo Pazolini.

Sérgio de Carvalho, presidente da associação de reciclagem de eletroeletrônicos: destinação sustentável para o lixo
Sérgio de Carvalho, presidente da associação de reciclagem de eletroeletrônicos: destinação sustentável para o lixo |  Foto: Leone Iglesias/ AT
O primeiro carregamento de materiais, despachado na tarde de ontem, enviou cerca de 10 toneladas de lixo, recolhidos ao longo do ano, para terem uma destinação sustentável.

A ação foi uma iniciativa da prefeitura, em conformidade com o Decreto 10.240 de 2020, do governo federal.

O documento prevê a implementação de um sistema de logística reversa, para materiais de uso doméstico, nos estados, com o objetivo de dar uma destinação sustentável a eles.

“Da região Sudeste, Vitória é o primeiro município a implementar o Ecoponto. Agora, o cidadão vai poder ter a certeza da destinação adequada desses produtos após o fim da sua vida útil”, explica o secretário de Qualidade Ambiental do Ministério do Meio Ambiente, André Luiz Felisberto França.

Antes do acordo, parte dos eletroeletrônicos – cerca de 20% – era doada às famílias em vulnerabilidade social e o restante ia para os aterros. Agora, com a inauguração do Ecoponto da Logística Reversa para Eletroeletrônicos, será 100% de destinação sustentável desses materiais.

A afirmação é do secretário da Central de Serviços da Prefeitura de Vitória, Leonardo Amorim. “Com esse serviço, não vai mais nada para o aterro, para que não haja agressão ao meio ambiente”.

De acordo com o presidente da Abree, Sérgio de Carvalho Maurício, após o recolhimento, os produtos são desmontados, as suas partes são desmembradas e destinadas às empresas, conforme o tipo de material descartado.

“Nós temos a cobertura de mais de 1.200 municípios. Queremos ampliar, para facilitar o descarte desses produtos para o consumidor”, destaca.


SAIBA MAIS


Como era feito o descarte?

  • Os eletroeletrônicos eram recolhidos pela Prefeitura de Vitória.
  • Antes do acordo com a Associação Brasileira de Reciclagem de Eletroeletrônicos e Eletrodomésticos (Abree), cerca de 20% de todo o material que ainda funcionava eram doados para famílias em vulnerabilidade social.
  • Os outros 80% eram descartados em aterros, de forma inapropriada, na cidade de Vitória.

O que muda?

  • O serviço de doação de eletroeletrônicos às famílias em vulnerabilidade social permanece.
  • Foi inaugurado o Ecoponto de Descarte de Eletro e Eletrônicos, localizado na Unidade de Transbordo, em Resistência.
  • O restante do lixo recolhido no Ecoponto será encaminhado para empresas especializadas na distribuição do material para indústriais que os reutilizarão na produção de mercadorias.

O que é logística reversa?

  • Consiste no retorno à linha de produção industrial de materiais que, normalmente, seriam descartados de forma inapropriada.
  • A logística reversa é adotada pela Abree e será executada pela Prefeitura de Vitória.

Decreto Federal

  • A assinatura do acordo entre a prefeitura e a Abree é em conformidade com o Decreto Federal 10.240, de fevereiro de 2020, que estabeleceu normas para a destinação ambientalmente correta do lixo eletrônico.

O que pode ser descartado?

  • Podem ser recolhidos eletrônicos e eletrodomésticos de uso doméstico.
  • De acordo com o decreto do governo federal, podem ser recolhidos: abridores elétricos, adaptadores em geral, antenas digitais, aparador de barba, aparador de grama, ar-condicionado, aparelhos de barbear, de depilar; rádio e televisão, videogames, aparelho para cortar o cabelo, aspiradores.
  • E também: babá eletrônica, batedeiras, celulares, centrífugas, chuveiro elétrico ou eletrônico, faca elétrica, ferro de passar roupa, fogões, liquidificadores, máquina de costura, micro-ondas e coifa com dimensão horizontal de, no máximo, 120 centímetros.
  • E mais: refrigeradores, congeladores, ducha elétrica, DVDs, fone de ouvido, forno elétrico, impressoras e dispositivo eletroeletrônico para armazenagem ou transferência de dados, como pen drive e cartão de memória, entre outras.

Como acionar o serviço?

  • Para acionar o papa-móveis: entre em contato com o setor de Coleta Seletiva da Prefeitura de Vitória, pelo número 156.
  • Em até 15 dias corridos, o setor retornará para os telefones informados, para propor dia e hora para o recolhimento dos objetos.

Doações

Fonte: PMV, Abree, Ministério do Meio Ambiente e pesquisa AT.

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS