X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Justiça condena empresa de buffet que não realizou festa por problemas pessoais

A Justiça constatou que a proprietária do buffet não apresentou provas para demonstrar o que foi alegado

Redação Tribuna Online, com Informações do TJES | 15/07/2022 09:59 h

Uma empresa de serviços de buffet e decoração foi condenada a indenizar uma cliente após não ter cumprido a realização de uma festa devido a problemas pessoais. A cliente contou que foi informada do ocorrido dias antes do evento e, por isso, ingressou com a ação judicial para ser ressarcida pelos prejuízos sofridos. O caso aconteceu no município da Serra.

A proprietária do buffet afirmou que estava passando por problemas psiquiátricos e, no dia do evento, estava com crises que a fizeram tentar tirar a própria vida - o que dificultou o cumprimento do contrato. Disse também que falhou na prestação dos serviços, mas se esforçou para realizar a festa dentro dos padrões contratados.

O juiz da 2ª Vara Cível da Serra constatou que a responsável pelo buffet não apresentou provas para demonstrar o que foi alegado, como a contratação de fornecedores, material, fotos, entre outros. Já a cliente provou a existência do contrato entre as partes e do pagamento referente a ele.

Além disso, o magistrado verificou também a existência de danos morais, já que a cliente criou expectativa, mas teve o sonho de comemorar sua formatura prejudicado.

Por esse motivo, o juiz determinou o pagamento da indenização no valor de R$7.210,00 por danos materiais e R$30 pelos danos morais sofridos.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS