X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Assine A TRIBUNA
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Assine A TRIBUNA
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Cidades

Governo autoriza emprego das Forças Armadas nas buscas em Petrópolis

Até esta quinta (17), 104 morreram e 130 estão desaparecidas por conta das fortes chuvas que atingem o município fluminense


Imagem ilustrativa da imagem Governo autoriza emprego das Forças Armadas nas buscas em Petrópolis
|  Foto: Reprodução @cbmerjoficial/Twitter

O Diário Oficial da União desta quinta-feira (17) publicou portaria, do Ministério da Defesa, que autoriza o emprego das Forças Armadas na região de Petrópolis (RJ), atingida por fortes chuvas que provocaram deslizamento de terras.

O mau tempo na cidade já deixou 104 mortos, segundo informações divulgadas hoje pela Defesa Civil estadual. A Polícia Civil está trabalhando para agilizar o reconhecimento e a liberação de corpos. As chuvas são as piores que já afetaram a região serrana do estado do Rio de Janeiro desde 1932. 

Casas soterradas

Nesta quinta-feira, os bombeiros entraram no terceiro dia de buscas e há ainda pelo menos 30 pessoas desaparecidas. Mais de 20 pontos de deslizamento foram registrados na cidade. Apenas no morro da Oficina, no Alto da Serra, um dos locais mais atingidos, dezenas de casas foram soterradas. 

Há ainda casos de pessoas que foram levadas pelas cheias. Segundo balanço das autoridades locais, 300 pessoas tiveram que deixar suas casas e estão acolhidas em abrigos ou casas de parentes e amigos.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: