X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Forte do Exército vai ser aberto para visitas

Construída em 1703, a edificação será reformada. Local terá café, exposições e mirante com vista para a Baía de Vitória

Rafael Gomes, do jornal A Tribuna | 05/08/2022 14:19 h

Tenente-coronel Rodrigo Penalva diz que visitação no local  será um mergulho na história do Espírito Santo
Tenente-coronel Rodrigo Penalva diz que visitação no local será um mergulho na história do Espírito Santo |  Foto: Douglas Schineider/AT
 

O histórico Forte São Francisco Xavier da Barra, localizado na área do 38° Batalhão de Infantaria do Exército, em Vila Velha, será reformado e aberto à visitação pública.

Construído em 1703 com vista privilegiada para a Baía de Vitória, o local vai receber visitantes com espaços para exposição, cafeteria e mirante. A previsão é de que o local seja aberto em janeiro de 2023,  segundo o comandante do 38º BI, tenente-coronel Rodrigo Penalva.

“É um espaço importante para a história do Espírito Santo. Não queremos algo restrito, que fique fechado. A finalidade é mostrá-lo para a população, difundir a história. Não vamos só reformar, mas sim criar um ambiente com um propósito, um mergulho na história”.

Com mais de 300 anos, o forte é uma das edificações mais antigas do Estado, construído com canhões apontados para o mar para proteger as terras da então Capitania do Espírito Santo. Por estar em uma área militar, o local hoje tem acesso restrito – panorama que vai mudar quando as obras forem concluídas. A expectativa é de que os primeiros serviços tenham início na próxima semana. 

O forte terá cinco ambientes. Dois serão salas permanentes para exposição: uma contando a história do forte e a outra do Exército. Uma terceira  será destinada para exposições temporárias de arte. Já a quarta sala será a cafeteria. Na área externa, onde fica o pátio, haverá um ambiente aberto com uma cobertura em parte da área. Essa cobertura funcionará como mirante, com vista para a Baía de Vitória, a 3ª Ponte e o Convento da Penha. 

“É uma unidade militar, mas mudaremos a nossa rotina interna, pois teremos horários de visitação livre, inclusive com pessoas capacitadas para realizar uma visita guiada, caso o visitante queira. O acesso será pela entrada principal do Batalhão”, explicou Penalva.

O restauro vai acontecer em parceria com a ArcelorMittal, e terá  acompanhamento de profissionais especializados, além de orientações do  Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

“Temos a preocupação de proteger e preservar o patrimônio. É algo inegociável para o Exército. Tivemos profissionais capacitados e especializados no projeto e também teremos nas obras, inclusive com arqueólogo”, ressaltou o tenente-coronel.

COMO VAI FICAR

Forte terá café,   salas contando a história do local e  do Exército, e sala para exposições temporárias de arte.
Forte terá café, salas contando a história do local e do Exército, e sala para exposições temporárias de arte. |  Foto: Divulgação
 
A Edificação, em Vila Velha, tem vista privilegiada para a Baía de Vitória, a Terceira Ponte e o Convento da Penha.
A Edificação, em Vila Velha, tem vista privilegiada para a Baía de Vitória, a Terceira Ponte e o Convento da Penha. |  Foto: Divulgação
 

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS