X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

“Foi a melhor escolha que fiz”, diz 1º padre viúvo no ES

João Tozzi Sobrinho, 79 anos, foi ordenado padre no ano passado, 10 anos após a morte de sua mulher, vítima de câncer

Vinícius Guidoni, do jornal A Tribuna | 05/08/2022 13:20 h

Padre João Tozzi durante celebração de missa: sonho de criança que  virou realidade
Padre João Tozzi durante celebração de missa: sonho de criança que virou realidade |  Foto: João Tozzi / Divulgação/Pascom
 

Mesmo com o sonho de ser padre desde que  era criança, João Tozzi Sobrinho, que hoje tem 79 anos, chegou a se casar com Nélida Vieira, sua mulher por 41 anos. 

Sendo proibido pela família de se tornar padre, o casamento aconteceu entre João e sua mulher, lá em 1970, na capela da escola Salesiano, na avenida Vitória. 

Mesmo assim, João revelou que desde o início do relacionamento com Nélida ela sabia que a vontade de ser padre o acompanhava. “Foi a melhor escolha que fiz”, disse João Tozzi Sobrinho. 

Foi quando, no início de 2011, Nélida descobriu um câncer e, após dois meses, perdeu a batalha e morreu. Nesse meio tempo, João começou a frequentar a escola diaconal, ao passo que a acompanhava no hospital.

“Fiquei no hospital dois meses com ela até o dia que ela faleceu. Depois da morte dela, procurei meu bispo e manifestei o desejo de ser padre”, contou Tozzi. 

Com Nélida, João teve três filhos, que  lhe renderam cinco netos. Pai de Renato, Carina e Fábio, João Tozzi Sobrinho realizou no ano passado o sonho de criança de se tornar padre. 

Após oito anos como diácono permanente, ele foi ordenado sacerdote pela Arquidiocese de Vitória no dia 31 de julho de 2021. 

“Este sempre foi o chamado de Deus para minha vida. Desde criança desejava ser padre, porém minha família não aprovava. Então, acabei seguindo a vida, me casei e tive filhos. Quando minha mulher faleceu, esse desejo voltou ao meu coração”, revelou.

 Alegria

Perguntado sobre como ele acha que Nélida o enxergaria atualmente, ele responde: “Tenho certeza que ela está muito alegre. Ela permitiu que as portas se abrissem para me tornar quem eu sou hoje”, disse. 

Atualmente, o padre João Tozzi atua na Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, na  Praia da Costa, em Vila Velha, onde era diácono antes da ordenação.

João Tozzi é o primeiro padre viúvo a ser reconhecido no Espírito Santo, com a aprovação de dom Dario Campos, arcebispo de Vitória.


Saiba mais


Primeiro padre viúvo do Estado

  • O padre João Tozzi Sobrinho, de 79 anos, celebrou recentemente um ano de ordenação sacerdotal. Ele ficou conhecido por ser o primeiro viúvo a se tornar padre no Estado.
  • Ele atua na Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, na Praia da Costa, onde era diácono antes da ordenação.
  • Viúvo há 11 anos, pai de Renato, Carina e Fábio, e avô de cinco netos, João Tozzi Sobrinho realizou no ano passado o sonho de criança de se tornar padre.
  • Após oito anos como diácono permanente, ele foi ordenado sacerdote pela Arquidiocese de Vitória no dia 31 de julho de 2021.
  • Antes de se tornar padre, João Tozzi foi casado por 41  anos com Nélida Vieira. A cerimônia aconteceu na capela do colégio Salesiano, na avenida Vitória, em 1970.
  • Ela morreu em meados de 2011, vítima de câncer.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS