Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Estado vai decidir até sexta-feira se retorno das aulas vai ser presencial

Ainda não se sabe se haverá aula presencial, a distância ou com ambas as modalidades na rede estadual. Ano letivo começa no dia 3

Jornal A Tribuna | 26/01/2022 16:37 h

Estudante em aula presencial
Estudante em aula presencial |  Foto: Antonio Moreira - 01/12/2021
 

No dia em que o Espírito Santo registra um novo recorde de casos de covid-19, as atenções se voltam para o retorno de estudantes às salas de aula. O governo vai decidir até sexta-feira (28) de que forma será iniciado o ano letivo na rede estadual. 

Somente nesta terça-feira (25), foram confirmados, em um intervalo de 24 horas, 17.841 novos casos de covid. É o maior número desde o início da pandemia. Os dados do Painel Covid mostravam que o maior número de casos tinha sido na última quinta-feira (20), quando 12.729 foram confirmados.

O secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, confirmou que, com o aumento de casos, o retorno presencial das aulas está em debate, com definição até sexta-feira (28). 

A Secretaria de Estado da Educação (Sedu) reforçou que segue com o planejamento do retorno das aulas, mantendo medidas preventivas. 

A Sedu ressaltou, no entanto, que acompanha, com a Secretaria da Saúde, dados da pandemia e continua seguindo as recomendações das autoridades de saúde, inclusive a adoção de medidas restritivas, caso sejam necessárias.

Na rede privada, o presidente do Sindicato das Empresas Particulares de Ensino do Estado (Sinepe-ES), Moacir Lellis, afirmou que as escolas estão preparadas para o retorno presencial dos alunos, seguindo  protocolos de segurança.   

“Mesmo assim, continuamos seguindo todas as determinações de controle da pandemia do governo do Estado, que até o momento mantém as mesmas regras do fim de 2021 vigentes”.

As escolas também se preparam para seguir protocolos de isolamento de casos positivos para covid-19. O Ministério da Saúde reduziu recentemente de 10 para sete dias o isolamento recomendado para quem tiver sintomas leves e moderados de covid. A nova recomendação vale para quem não tiver sintomas 24 horas antes.   

O diretor do Centro Educacional Leonardo da Vinci, Mário Broetto, frisou que o ano letivo será iniciado em 1º de fevereiro, de forma presencial. 

“Estamos prontos e adotaremos todos os protocolos exigidos pelo governo, como uso correto de máscara, aferição da temperatura corporal, manutenção da sala de isolamento, entre outros”.

Diretor de escola particular, Mário Broetto disse que ano letivo será iniciado em 1º de fevereiro, de forma presencial
Diretor de escola particular, Mário Broetto disse que ano letivo será iniciado em 1º de fevereiro, de forma presencial |  Foto: Antonio Moreira/AT
 

Escolas vão pedir teste negativo para retorno seguro

Seu filho ou filha testou positivo para a covid-19, mas está em dúvida sobre a data correta para voltar de forma presencial para a sala de aula e iniciar o ano letivo? 

Buscando essa resposta, a reportagem ouviu escolas, que asseguraram que seguem as determinações do governo, quanto aos dias de isolamento, além de adotar os protocolos sanitários. Algumas também vão solicitar que os alunos apresentem um laudo médico e até mesmo teste negativo.

A diretora do Centro Educacional (CESM) Sonho Meu, Edna Tavares, por exemplo, disse que a instituição vai seguir a orientação dada pelos órgãos competentes.

“Se o aluno testar positivo, são sete dias de quarentena para os assintomáticos e 10 dias para os que apresentarem sintomas. Após esse prazo, a nossa orientação é que apresentem o teste negativo para tranquilidade de todos”.

Na Escola da Ilha, após a quarentena prevista, será solicitada a apresentação do resultado do teste do aluno. 

A Escola Americana de Vitória informou que quem manifestar sintomas gripais será orientado a ficar em casa, até que haja liberação médica para retorno.


SAIBA MAIS


Escolas privadas

Centro Educacional Leonardo da Vinci

  • O retorno das aulas será no dia 1º de fevereiro, de forma presencial.

Retorno de quem teve Covid

  • A sugestão da escola é: se testar PCR positivo, fazer quarentena de 7 dias; se testar PCR negativo para a covid-19, mas testar positivo para influenza, quarentena de 5 dias; se testar PCR negativo para a covid-19, sem realizar teste para influenza, quarentena de 3 dias. Sobre a exigência do teste negativo para a covid-19, a escola disse que não irá solicitar, já que o governo não fez esta exigência.

Centro Educacional Sonho Meu (CESM)

  • O retorno das aulas será no dia 7 de fevereiro de forma presencial.

Retorno de quem teve Covid

  • Vai seguir a orientação dada pelos órgãos competentes, ou seja, se testarem positivo (7 dias para os assintomáticos), 10 dias para os que apresentarem sintomas.
  • Após a quarentena, a orientação da escola é que o aluno apresente o teste negativo para tranquilidade de todos.

Colégio Marista Nossa Senhora da Penha

  • O início das aulas está sendo de forma gradativa, começou nesta terça-feira (25) e segue até esta quinta-feira (27). As aulas serão 100% presenciais.

Retorno de quem teve Covid

  • A escola informou que segue a portaria atual do governo que regulamenta o retorno de quem teve a infecção.

Colégio Sagrado Coração de Maria

  • O retorno será presencial, sendo dia 1º de fevereiro para alunos do 1º período ao ensino médio e 2 de fevereiro do maternal II e maternal III).

Retorno de quem teve Covid

  • Os estudantes com teste positivo para a covid-19 somente deverão retornar às aulas presenciais após o cumprimento dos requisitos exigidos pelos protocolos, como: isolamento, ausência dos sintomas ou teste negativo. Eles devem retornar às aulas presenciais após alta médica e ausência dos sintomas. No entanto, não será obrigatório apresentar o teste negativo.

Colégio Salesiano

  • O retorno das aulas será dias 1º e 2º de fevereiro, de forma presencial.

Retorno de quem teve Covid

  • Para os alunos que tiveram covid-19, a orientação da escola é que após sete dias sem sintomas os alunos retornam. Não será exigido teste negativo ao estudante. 

Escola Americana de Vitória

  • As aulas começam no  dia 1° de fevereiro de forma presencial.

Retorno de quem teve Covid

  • Os alunos ou profissionais que manifestarem sintomas gripais serão orientados a permaneceram em casa, até que haja liberação médica para retorno à escola. Os estudantes afastados por sintomas gripais terão acesso, de forma assíncrona, aos conteúdos ministrados em sala durante o período de quarentena.

Escola da Ilha

  • As aulas começam de forma presencial no dia 1º de fevereiro  para a educação infantil, 1º ano e ensino fundamental II. Já no dia 2 de fevereiro, o retorno acontece para as turmas do 2º ao 5º ano.

Retorno de quem teve Covid

  • Os alunos que positivarem, estiverem assintomáticos ou com sintomas que não ultrapassar 6 dias devem ficar isolados por 7 dias. Caso apresentem sintomas, o isolamento passa a ser de 10 dias, devendo ser reavaliado pelo serviço de saúde para retorno a escola. A escola solicita a apresentação do resultado do teste negativo do aluno.

UP

  • As aulas retornam no formato presencial, sendo: dia 02/02 ensino fundamental II (6º ao 9º ano), ensino médio (1ª e 2ª séries); dia 03/02 ensino médio (3ª série) e dia 07/02, pré-vestibular (matutino, vespertino, noturno e turmas de medicina).

Retorno de quem teve Covid

  • Sobre os protocolos da covid, a escola informou que cumprirá o que for determinado pelas autoridades competentes.

Primeiro Mundo

  • Informou que seguirá o mesmo protocolo que estava sendo cumprido, mantendo distanciamento, uso obrigatório de máscara, aferição de temperatura e higienização de mãos e pés, sem aglomerações e entradas e saídas por portões separados por segmentos.

Sesi e Senai

  • A Gerência de Educação do Sesi ES e do Senai ES se prepara para a volta às aulas. Em busca de um retorno seguro, as instituições continuam o acompanhamento diário das orientações dos órgãos competentes da área de Saúde, como foi desde o início da pandemia, para poder definir o andamento do ano letivo. 

Retorno de quem teve Covid

  • Informaram que seguem todas as diretrizes de prevenção, como o uso de máscaras, higienização das mãos e de todos os objetos utilizados em sala de aula, a fim de continuar assegurando as condições de proteção à vida e à saúde dos alunos e funcionários das unidades.

Fonte: Escolas ouvidas e prefeituras e governo do Estado. 

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS