X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Estado não planeja antecipar feriados para frear transmissão da Covid

| 23/03/2021 13:17 h

Diferentemente da cidade de São Paulo e do estado do Rio, que decretaram feriadões para reduzir a circulação nas ruas, o governo do Espírito Santo – que já decretou quarentena de 14 dias, até 31 deste mês – não pretende antecipar feriados.

A pausa na capital paulista e no Rio será a partir da próxima sexta-feira e vai até o Domingo de Páscoa, no dia 4 de abril.

No Rio, a proposta do governo, que será apreciada hoje pela Assembleia Legislativa, é instituir feriados, excepcionalmente neste ano, nos dias 26 e 31 deste mês e em 1º de abril. Também será votada a antecipação dos feridos de 21 e 23 abril (Tiradentes e Dia de São Jorge, respectivamente), para os próximos dias 29 e 30.

Na capital paulista, serão antecipados os feriados de Corpus Christi e Consciência Negra, tanto de 2021 como 2022, além do aniversário da cidade no ano que vem.

O presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado (Fecomércio-ES), José Lino Sepulcri, disse que ainda não houve esse pedido ao governo.

“Eu vou consultar os empresários e presidentes de sindicatos e ver se seria interessante fazer esse pleito junto ao Estado – até porque, estamos até o dia 31 parados –, se poderia fazer essa compensação”.

Ele lembrou que, pela Convenção Coletiva de Trabalho, o comércio não pode funcionar em 1º de janeiro, 1º de maio (Dia do Trabalho), Natal e quando tem eleições.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS