Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Estado alcança 90% de cobertura vacinal contra a gripe

O Espírito Santo foi o segundo estado do País a atingir a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde

Redação Tribuna Online | 03/02/2022 16:22 h

Estado atinge meta do Ministério da Saúde
Estado atinge meta do Ministério da Saúde |  Foto: Divulgação/Sesa
 

O Espírito Santo alcançou a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde de 90% de cobertura vacinal dos grupos prioritários 23ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, iniciada em abril de 2021. O Estado é o segundo no País a atingir esse índice.

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), os dados do Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI), atualizados nesta quarta-feira (02), mostram a cobertura de 90%.

Os grupos prioritários são aquelas pessoas mais vulneráveis á infecção pela Influenza. Fazem parte desse grupo crianças, idosos, gestantes, puérperas, povos indígenas e trabalhadores da saúde.

No Estado, quatro dos seis grupos prioritários também alcançaram a meta, sendo eles: povos indígenas (109,4%), gestantes (99,3%), puérperas (98,4%) e crianças (96,8%). Idosos e trabalhadores da saúde apresentam, respectivamente, cobertura de 85,8% e 88,2%.

Para o subsecretário Estadual de Vigilância em Saúde, Luiz Carlos Reblin, é preciso comemorar a meta alcançada.

“No ano anterior, conseguimos doses a mais com o Ministério da Saúde e, com isso, foi possível ampliar a campanha para toda população com mais de seis meses de idade. Termos a meta de cobertura do grupo prioritário alcançada é um reflexo do esforço dos profissionais envolvidos na Campanha e também da adesão da população em entender a importância de se imunizar contra a Influenza”.

O subsecretário pontuou que uma nova campanha será iniciada este ano e destacou a importância de mesmo quem recebeu a dose por agora também se vacinar novamente.

“A vacina da Influenza é atualizada anualmente de acordo com os subtipos do vírus em circulação no país, por isso, independentemente daqueles que tomaram a vacina por agora ou mesmo no ano passado e fazem parte do grupo prioritário, é muito importante que participem da próxima Campanha, com data a ser confirmada pelo Ministério, para também atualizarmos a proteção contra o vírus”, ressaltou Reblin.

O Estado passa por uma epidemia de gripe, causada pelo subtipo H3N2, que causou neste ano a morte de sete pessoas. A vacina da nova campanha de imunização será atualizada com a cepa causadora dessa epidemia.

O Espírito Santo segue com a segunda melhor cobertura entre os 26 estados e o Distrito Federal, atrás apenas do Amapá, com 93,2%, além de ter a melhor cobertura dos estados da região Sudeste (Minas Gerais, com 79,2%; São Paulo, com 69,5% e; Rio de Janeiro, com 61,4%).

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS