X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Escola militar vai abrir com ocupação total

| 09/10/2020 14:51 h | Atualizado em 09/10/2020, 15:02

Uniforme semelhante às fardas, policiais militares no comando das atividades pedagógicas e aulas voltadas a temas como civismo e cidadania.

Atraídos pela promessa de um modelo mais rígido e disciplinado, pais do município de Viana lotaram rapidamente a primeira escola cívico-militar do Estado.

O professor Israel Martins acompanha alunos que conseguiram vaga na primeira escola cívico-militar do Estado
O professor Israel Martins acompanha alunos que conseguiram vaga na primeira escola cívico-militar do Estado |  Foto: Kadidja Fernandes/AT
Mais de 3 mil inscreveram seus filhos para tentar uma vaga na escola, que terá 600 alunos e será inaugurada na próxima segunda-feira.

O dia a dia na escola vai seguir os principais ritos do militarismo, como o hasteamento diário da Bandeira do Brasil e a formação em fila para cantar o Hino Nacional.

As regras também serão mais rígidas, do uniforme ao comportamento. Tudo isso, aliado ao ineditismo do modelo no Estado, atraiu milhares de pais.

“Acredito que uma educação mais rígida vá transformar minha filha em uma pessoa melhor, uma cidadã de bem”, afirmou a dona de casa Camila da Conceição, de 32 anos, que conseguiu uma vaga para a filha Amanda, de 12 anos.

Sorteio

Na matrícula, a prioridade foi para os moradores do bairro Vila Bethânia, onde a escola está localizada. Depois, foi feito um sorteio para alunos de outras localidades do município.

Um dos contemplados foi o Adryan, de 12 anos, filho da cuidadora de idosos Gleice Mara Magalhães de Jesus, 32.

“Meu filho estava mudando de escola e indo para uma que é conhecida por ser muito bagunçada. Fiquei com muito receio. Quando vi que abriu vaga para a escola militar, logo fui tentar a vaga acreditando nesse modelo mais rígido”, contou Gleice.

O município firmou um convênio com o Comando-Geral da Polícia Militar para a cessão de policiais da reserva.

Os militares vão trabalhar na direção e na organização pedagógica. Eles também serão responsáveis pela disciplina “Ética e Cidadania”, que vai abordar regras da escola e comportamentos baseado nos princípios da Polícia Militar.

Já as disciplinas tradicionais serão ministradas por civis, como Israel Martins da Silva, professor de Educação Física.

Mais 80 vagas para 2021

A Escola Municipal de Ensino Fundamental Cívico-Militar João Natalício Alves Pereira será inaugurada na próxima segunda-feira já com previsão de novas vagas.

Todas as 600 vagas para alunos do 1º ao 9º ano já foram preenchidas, mas cerca de 80 novas do 1º ano serão abertas para 2021, segundo a Prefeitura de Viana.

A forma de inscrição e todos os detalhes serão divulgados no período de matrícula, que tradicionalmente começa em novembro.

A escola tinha previsão de ser inaugurada no primeiro semestre deste ano, o que não aconteceu por conta da pandemia do novo coronavírus. As aulas, no entanto, ainda não terão início.

Mesmo com liberação por parte do governo do Estado, a prefeitura ainda está definindo a data para o retorno das aulas.

“Estamos avaliando as questões sanitárias. Haverá uma definição nas próximas semanas”, afirmou o prefeito Gilson Daniel.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS