X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Dia do Amigo: Histórias de duas décadas de amizades

A amizade tem influência direta na mente e corpo do homem, sendo fundamental para o crescimento e desenvolvimento de cada indivíduo

Larissa Maestri | 20/07/2022 19:25 h | Atualizado em 20/07/2022, 20:14

Conviver com pessoas e construir relações é algo que se tornou fundamental e rotineiro no dia a dia de qualquer ser humano. Mais importante do que criar conexões, é preservar os laços afetivos que ao longo dos anos se consolidaram em amizades duradouras. Ter um ombro amigo para desabafar ou compartilhar vitória é algo bastante enriquecedor.

A amizade tem influência direta na mente e corpo do homem, sendo fundamental para o crescimento e desenvolvimento de cada indivíduo. Um estudo de Harvard revelou que bons amigos são mais importantes para a felicidade do que dinheiro ou sucesso. “A vivência em grupo aumenta as nossas condições de sobrevivência. Mas não basta apenas viver em comunidade, e sim ter amigos. A amizade impacta no desenvolvimento humano, deixando a nossa vida mais leve, melhorando nossa qualidade de vida, a nossa saúde, e ampliando as nossas habilidades sociais”, afirma o estudo.

Nesta quarta-feira (20) é comemorado o Dia do Amigo, e o Tribuna Online trouxe a história não de um, mas de 12 amigas. Para manter a amizade fortalecida, há duas décadas, elas realizam encontros virtuais para colocar os papos em dia e procuram se encontrar presencialmente para matar a saudade. Para elas, o que a internet uniu ninguém separa.

O grupo de amigas se conheceu em 2001 no chat de bate papo e nunca mais se separaram. Foto de um encontro recente das amigas para celebrar o aniversário de uma delas
O grupo de amigas se conheceu em 2001 no chat de bate papo e nunca mais se separaram. Foto de um encontro recente das amigas para celebrar o aniversário de uma delas |  Foto: Acervo Pessoal
 

Esse é o legado de um grupo de amigas que se conheceram em 2001 em um chat de bate papo virtual, e desde então não se separaram mais. 

“Nos conhecemos em 2001, através do Chat do Terra. Marcamos um encontro na Praia de Camburi, em Vitória em um evento em comemoração ao Dia Internacional da Mulher em homenagem a Cassia Eller. A gente se uniu por várias afinidades. Depois disso, fomos marcando eventos e estávamos sempre juntas”, conta a personal trainer, Juliana Sá.

O grupo se uniu cada vez mais e a tecnologia tem sido uma grande aliada já que algumas das amigas moram fora do Brasil. Atualmente as amigas têm um grupo de WhatsApp chamado “Várias minas do Congo”, no qual elas mantém contato diário e marcam os encontros presencias. É o que explica Juliana. 

“Saímos do chat do Terra e fomos pro ICQ e depois pro MSN. Além disso, tínhamos um grupo de troca de e-mails, no antigo Yahoo Grupos. Hoje mantemos contato diariamente por grupo de WhatsApp  e nos encontramos presencialmente com uma certa frequência, mesmo que todas não possam estar presentes, já que temos amigas que moram fora do país e outras que moram fora da Grande Vitória”.

Celebrar essa data para esse grupo de amigas é sempre motivo de muita alegria. 

“É sempre um grande presente da vida! Depois de tantos anos e tantas histórias juntas, poder contar com esse grupo das "Várias Minas do Congo" é saber que nunca, jamais, estaremos sozinhas! Que sempre teremos uma companhia e um colo para os momentos tristes e, é claro, sempre teremos a parceria pros momentos de festa. Nós nos amamos e hoje somos uma família que se ajuda desde os aniversários, os perrengues financeiros até a fazer mudança! Nós nos amamos muito!”, destaca a personal.

O contato diário é mantido pelas redes sociais, mas o grupo de amigas não abre mão de encontros presenciais sempre que possível. Nos encontros, geralmente a pauta é relembrar histórias engraçadas, contar as novidades da vida e criar novas memórias
O contato diário é mantido pelas redes sociais, mas o grupo de amigas não abre mão de encontros presenciais sempre que possível. Nos encontros, geralmente a pauta é relembrar histórias engraçadas, contar as novidades da vida e criar novas memórias |  Foto: Acervo Pessoal
 

Para Juliana, o tempo só mostra o quanto essa amizade é importante e as fortalece.

“Em todos os aspectos, principalmente agora na pandemia, isso foi uma forma da gente também ficar mais fortalecida porque não podíamos nos encontrar. A gente telefonava, conversava, mandava mensagem. Estávamos sempre dando apoio uma para a outra”, reforça ela.

O contato diário é mantido pelas redes sociais, mas o grupo de amigas não abre mão de encontros presenciais sempre que possível. Nos encontros, geralmente a pauta é relembrar histórias engraçadas, contar as novidades da vida e criar novas memórias. 

“Fazemos churrascos e festas, alugamos casas para passar feriados e relembramos várias histórias e perrengues engraçados como por exemplo uma vez que pegamos um ônibus pra ir curtir a noite em Guarapari. O ônibus estava bem vazio e nós entramos já "calibradas" e fazendo algazarra. Nos amontoamos na frente do ônibus, bem próximo do motorista. De repente, uma das nossas amigas soltou um "pum" que irradiou pelo ônibus todo e o motorista, desesperado, soltou em alto e bom som: ‘Essa aí tá morta, pode enterrar’. 

A integrante do grupo disse que são muitas histórias e lembra com carinho dos momentos vividos ao lado das amigas. “Em outro momento, uma das amigas perdeu o sutiã do biquíni na piscina de ondas de um parque aquático que fomos todas juntas e não conseguia amarrar de volta por conta das ondas. Teve que ser resgatada pelo guarda-vidas, que deu a blusinha dele pra ela se tampar e sair. São muitas histórias engraçadas que nos rendem ótimas risadas”, conta Juliana.

Origem do Dia do Amigo

O Dia do Amigo foi instituído inicialmente na Argentina, e a partir daí foi gradualmente adotado em outras partes do mundo. A data foi criada pelo professor de psicologia e filósofo argentino, Enrique Ernesto Febbraro, que se inspirou na chegada do homem à lua, em 20 de Julho de 1969. Segundo ele, esse feito não foi apenas uma vitória científica, como também uma oportunidade de se fazer amigos em outra parte do universo.

Essa iniciativa deu certo e em 1979 o governo argentino criou oficialmente o “Dia do Amigo”. Nas décadas seguintes, a data foi abrangendo outros lugares, como no Uruguai nos anos 1970, Peru e México em 1980, e no Brasil por volta dos anos 1990.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS