X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Cuidado com o uso de glitter no Carnaval

| 14/02/2020 09:07 h

O Carnaval já começou e nessa época as pessoas usam e abusam da maquiagem, com muita cor e glitter. Mas, cuidado! Muita gente não sabe que produtos de beleza podem desencadear uma série de doenças nos olhos, desde inflamações até alergias. O alerta é da médica oftalmologista Damaris Faian Bueno.

Glitter na maquiagem para o Carnaval
Glitter na maquiagem para o Carnaval |  Foto: Reprodução Pinterest
Ela explica que adotando hábitos saudáveis e higiênicos, é possível arrasar na “make” sem prejudicar os olhos, mas é preciso prestar atenção na hora de aplicar o produto e também saber sobre as características dele.

“Observe se na maquiagem há a informação de 'dermatologicamente testadas' e mesmo assim evite o contato delas com os olhos”, ensina.

Mulheres são as maiores consumidoras de maquiagem do mundo e por isso acabam sendo mais suscetíveis a doenças nos olhos, segundo revela estudo da Organização Mundial de Saúde (OMS).

E os maus hábitos podem desencadear doenças nos olhos. Entre os mais comuns estão dormir sem limpar o rosto (retirar o glitter e outras maquiagens), emprestar maquiagem para outras pessoas, utilizar produtos vencidos e não limpar pincéis e esponjas.

Se os olhos começarem a arder, é aconselhável lavá-los abundantemente com água fria e procurar um oftalmologista. O ideal, nesses casos, é seguir diretamente para um pronto-socorro oftalmológico ou para o consultório do seu médico de confiança.

Ludmilla Soromenho adora caprichar no glitter
Ludmilla Soromenho adora caprichar no glitter |  Foto: Acervo pessoal
A psicóloga Ludmilla Soromenho, 24 anos, adora curtir os bloquinhos no Carnaval e ela não economiza no glitter. Adora caprichar na maquiagem para aproveitar a festa. “Eu nunca tive alergia (a glitter), sempre uso com hidratante ou até com cola de cílios mesmo”, conta.

Ludmilla revelou que geralmente compra suas maquiagens por influência de blogueiras por meio da internet e confessa que empresta e também usa produtos emprestados.

“Se vejo alguma blogueira falando o produto é bom eu compro. Não me importo de emprestar ou usar maquiagens de outras pessoas, porque eu mesmo divido as minhas com minha mãe e minha tia”, disse ela, que ainda completou: “Nunca me liguei disso de ‘dermatologicamente testado’, mas quando a marca é muito baratinha e pouco conhecida, eu já não confio tanto”.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS