X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Comerciantes da Glória abrem as lojas e fazem protesto contra quarentena

| 18/03/2021 11:53 h | Atualizado em 18/03/2021, 12:23

Comerciantes da Glória, em Vila Velha, fizeram protesto contra fechamento do comércio
Comerciantes da Glória, em Vila Velha, fizeram protesto contra fechamento do comércio |  Foto: Kadidja Fernandes/ AT/ 18/03/21

Cerca de 50 comerciantes da Glória, em Vila Velha, abriram as lojas na manhã desta quinta-feira (17) e fizeram um protesto contra a quarentena decretada pelo governo do Estado

As medidas mais restritivas foram anunciadas na terça (16) e começaram a valer a partir desta quinta (18), por 14 dias. Somente atividades consideradas essenciais no decreto podem funcionar.

As lojas não podem abrir durante este período, mas leitores do Tribuna Online relataram que o comércio está aberto na Avenida Central de Laranjeiras, na Serra, e em Campo Grande, Cariacica.

Por meio de nota, a Prefeitura de Vila Velha informou que "a equipe de fiscalização integrada da Prefeitura de Vila Velha está no local desde o início da manhã. A atuação, hoje, é com viés de orientação quanto às determinações do decreto estadual de quarentena. Devido à manifestação de alguns lojistas, a equipe da PMVV conta com o apoio das forças de segurança do Estado. A Guarda Municipal segue monitorando a situação".

Decreto

A abertura do comércio está proibida para os setores considerados não essenciais como lojas de vestuário, calçados, óticas, entre outros. No entanto, lojistas têm permissão para atuar somente com sistema de entregas em domicílio. Os shoppings ficam fechados por 14 dias.

Restaurantes só poderão funcionar por meio do sistema de entregas (delivery). A regra não vale para estabelecimentos às margens de rodovias (exceto áreas urbanas nas rodovias estaduais), nos aeroportos e no interior de hotéis e pousadas (para hóspedes).

Protesto de comerciantes na Glória
Protesto de comerciantes na Glória |  Foto: Kadidja Fernandes/ AT/ 18/03/21

Supermercados e padarias não abrirão aos domingos. Feiras livres não são recomendadas, mas os municípios podem decidir pelo funcionamento ou pela proibição.

Na educação, as aulas presenciais estão suspensas em todos os níveis, do infantil à educação superior, mas as escolas podem ficar abertas até a sexta-feira (19) se quiserem, já que nesse caso as regras passam a valer a partir do dia 22 (segunda-feira).

Parques, quadras, praças e campos vão ficar fechados, assim como clubes e academias. Quanto às praias, a recomendação do governo é para que sejam criadas medidas para evitar aglomeração. As regras e a fiscalização ficam por conta das prefeituras.

Salões de beleza estão proibidos de abrir. Já os pet shops, considerados essenciais, podem funcionar.

Igrejas e templos foram orientados a priorizar missas e cultos online, mas poderão permanecer abertos porque a atividade é considerada essencial. As igrejas que não tiverem recursos para fazer transmissões online devem respeitar a ocupação de até 30% da capacidade, além de seguir as normas de higiene e uso de máscara.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS