X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Chapa é impugnada e Liga das Escolas de Samba terá nova eleição

| 20/10/2020 16:39 h | Atualizado em 20/10/2020, 17:02

Houve discussão, bate boca e chapa impugnada na nova tentativa para eleger a nova diretoria da Liga Independente das Escolas de Samba do Grupo Especial (LIESGE) do Carnaval capixaba. A eleição, que aconteceria nesta segunda-feira (19), foi anulada pelas escolas e remarcada para a próxima segunda, dia 26, no Mercado São Sebastião, em Vitória.

Com uma chapa definida, a "Juntos Somos Mais Fortes" a eleição estava pronta para acontecer nesta segunda. No entanto, a Comissão Eleitoral impugnou a chapa, liderada por Edson Neto, alegando que ele não havia se desvinculado da Liga Independente das Escolas de Samba do Espírito Santo (Lieses). A chapa nega a acusação.

A Liesge é responsável pelo Grupo Especial do Carnaval de Vitória, enquanto a Lieses é responsável pelos Grupos de Acesso.

Diante do impasse, houve bate boca e muita discussão na assembleia desta segunda. Quatro das sete escolas com direito a voto na eleição da Liesge apoiam a chapa de oposição e o nome de Edson Neto para a presidência: Novo Império, Andaraí, Pega no Samba e Unidos de Jucutuquara.

Após consulta à Justiça, que informou que a Assembleia é soberana para definir a nova diretoria, as escolas decidiram convocar uma nova eleição para a próxima segunda. O edital já foi divulgado para as escolas.

Vale lembrar que a eleição para escolher a nova diretoria estava marcada para janeiro de 2021, mas foi adiantada para a organização e definição de como será o próximo Carnaval, em meio a pandemia do coronavírus.

A chapa "Juntos Somos mais fortes" é formada por Edson Neto (presidência); Thiago Bandeira (vice-presidente), presidente da Andaraí; Alessandro Santos de Souza, da Novo Império, e Sandro Rosa, da Pega no Samba (Conselho Deliberativo); Jocelino Júnior e Rita Nunes (Conselho Fiscal); Xará Barcelos e Rogério Sarmento (Conselho de Ética).

Os nomes dos integrantes da outra chapa não foram divulgados.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS