X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

“Castelos medievais” viram point para fotos

Casarões com móveis da antiguidade, áreas secretas e sala de tortura atraem turistas até de outros países a municípios do Estado

Maria Fernanda Conti, do jornal A Tribuna | 09/02/2022 14:15 h

Dignos de contos de fadas, alguns “castelos medievais” saíram dos telões dos cinemas e foram direto para municípios do Estado, onde se transformaram em um novo point de selfies e de lazer para as famílias.     

Quem passa pela Barra do Jucu, em Vila Velha, logo se depara com um castelo rico em detalhes, que ocupa quase um quarteirão inteiro. Erguida pelo proprietário do local, Mauro Lima, 64 anos, a obra foi  toda feita com itens recicláveis.  

Construído há 20 anos, mas sob reparos quase todos os dias, o imóvel é cheio de compartimentos “secretos”, como calabouços, uma sala de tortura e até um quarto somente de bonecos de terror, como Chucky e Anabelle, entre outros.

“Há pessoas que me doam algumas coisas, mas eu construo o castelo com o dinheiro do meu trabalho e com materiais que encontro no lixo. É a obra da minha vida”, salienta Mauro.

Já em meio ao comércio da tradicional Vila Rubim, em Vitória, está localizado o Castelo de Laos, construído há mais de 15 anos pelo enfermeiro aposentado Luiz Antônio Santos, 67. 

Além de ser apaixonado pela Idade Média, ele afirma que ergueu a fortaleza no bairro onde mora como forma de denunciar a desigualdade social da região. “Por causa do tráfico, que tirou vários dos meus ex-vizinhos de lá, eu resolvi trazer um atrativo para o morro”.      

Luiz relata que, entre 2004 e 2020, turistas de cerca de 40 países passaram pelo local, inclusive, alguns brasileiros famosos, como o jornalista Zeca Camargo. Neste momento, o castelo está de portas fechadas para visitação.  

Outra construção que ganhou destaque foi o Castelo Monte Isa, em São Domingos do Norte, no Noroeste do Estado. Quem administra e, inclusive, mora no local com a família, é o decorador de festas Mauro Dalmonte, 46 anos. 

“Tive a ideia quando vi um escorregador em forma de castelo dentro de um parque aquático, cheio de crianças brincando e felizes. Por trazer esse conceito da realeza e de contos de fadas, acaba mexendo muito com a imaginação das pessoas”, explica.  

Embora funcione como um espaço para festas privadas, o local fica aberto para visita todos os dias, incluindo feriados, e não é preciso pagar para entrar.

A influencer digital Graciely Cardozo visitou o castelo da Barra do Jucu pela primeira vez
A influencer digital Graciely Cardozo visitou o castelo da Barra do Jucu pela primeira vez |  Foto: Douglas Schneider/AT
 

“Uma experiência muito bacana”

Pela primeira vez no castelo da Barra do Jucu, em Vila Velha, a influencer digital Graciely Cardozo, de 25 anos, aproveitou para tirar muitas fotos e movimentar as suas redes sociais.

Moradora de Cariacica-Sede, em Cariacica, ela afirmou que ama conhecer novos lugares no Estado e, sempre que possível, tenta viajar para “turistar”.

“Nunca tinha ouvido falar do castelo antes, mas foi uma experiência muito bacana. É uma coisa que a gente vê em filme e quase não acredita quando encontra um de verdade. Muitas pessoas não devem conhecer esse ponto turístico. É ideal para a família toda. Recomendo para quem quiser fazer algo de diferente”, frisou Graciely.

A modelo Aline Stand diz que se sentiu perto do set de um filme quando viu o Castelo de Laos, em Vitória
A modelo Aline Stand diz que se sentiu perto do set de um filme quando viu o Castelo de Laos, em Vitória |  Foto: Leone Iglesias/AT
 

Cultura medieval 

Quem gosta de assistir a filmes sobre a cultura medieval e se sentiu perto do set de um filme quando viu o Castelo de Laos, em Vitória, foi a modelo Aline Stand, de 20 anos. Para guardar a recordação como lembrança, ela tirou várias fotos do momento. “A Idade Média me interessa muito. Adorei a experiência”, diz.

Filmagens no castelo da Barra
Filmagens no castelo da Barra |  Foto: Divulgação
 

Suspense e terror em filme gravado na Barra do Jucu

Devido ao tamanho do sucesso que faz entre os turistas, o castelo da Barra do Jucu, em Vila Velha, serviu como cenário do filme “Um Mistério no Castelo da Barra”, lançado em 2020. Por enquanto, ainda não está disponível nos serviços de streaming. 

Dirigido por Raquel Camatta, a obra conta a história de um grupo de adolescentes de Belo Horizonte (MG) que tenta descobrir se o castelo é mal-assombrado ou não.

O roteirista e diretor de produção do média-metragem, Luzivam Dourado, explica que o filme foi idealizado durante as aulas da empresa de teatro que administra, em Vitória. Todo o processo de pré-produção até a montagem do filme durou cerca de um ano e meio.  

“No início do filme, achamos que é de terror e suspense, mas é uma obra mais sobre emoções humanas, perdas e solidão. As cenas dentro do castelo proporcionam essa atmosfera do medo”, afirma.

Ele conta ainda que precisou convencer o dono do castelo, Mauro Lima de Resende, que mora no local, por mais de seis meses, para conseguir fazer as gravações na construção.


SAIBA MAIS


Castelo em São Domingos
Castelo em São Domingos |  Foto: Divulgação
  

Castelo Monte Isa

  • Onde: Fica localizado a cerca de 300 metros do centro de São Domingos do Norte, no Noroeste do Estado (Rua Delair Dalmonte - s/n). 
  • Atrações: Além do salão de festa, possui uma ponte e um lago que podem deixar as fotos dos visitantes  ainda mais bonitas. Por lá, são realizados casamentos, festas de aniversário, entre outros eventos. 
  • Visitação: Embora seja um local de festas particulares, o castelo fica aberto para visitação todos os dias, incluindo feriados. Não há um horário específico. Para informações, basta entrar em contato pelo telefone: (27) 99722-6061.  

Castelo de Laos

  • Onde: Na Vila Rubim, em Vitória (Rua Benedito Silva, 50). 
  • Atrações: Esculturas de soldados e dragões, brasões, móveis da antiguidade, além de outros elementos que representem a Idade Média. 
  • Visitação: Por causa da pandemia, neste momento, não está aberto para visitação. Porém, é possivel filmar ou tirar fotos na parte externa. 

Castelo da Barra do Jucu 

  • Onde: Perto da praia da Barra do Jucu, em Vila Velha (Avenida Anderssem Fidalgo Pereira, 448-548).
  • Atrações: Salas de bonecos de terror, “quarto da tortura”, calabouço, armaduras, áreas subterrâneas, espadas, entre outros. Tudo foi feito à mão, com materiais recicláveis. 
  • Visitação: Por enquanto, não é possível visitá-lo, mas o proprietário, Mauro Lima de Resende, avalia abrir o local para o público.  

Fonte: Locais consultados.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS