Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Cansado de roubar para sustentar vício, homem pede ajuda à Polícia Militar

| 24/08/2021 21:03 h

Após roubar uma bicicleta, ser preso e no outro dia ser solto, um homem, que não teve a identidade divulgada, pediu ajuda à policiais militares para ser internado em uma clínica de reabilitação, já que, segundo ele, estava cansado de cometer assaltos para sustentar o vício das drogas.

Ele havia sido preso pela Polícia Militar, na última sexta-feira (20), no momento em que saía pela portaria principal de um prédio, que fica no bairro Jardim Camburi, em Vitória, com uma bicicleta - confira o vídeo abaixo. Já no sábado (21), após a audiência de custódia, ele acabou solto e voltou às ruas.

No domingo (22), o homem foi até a sede da 12ª Companhia Independente, que fica em Jardim Camburi, desta vez para pedir ajuda. Diferente da situação anterior, ele buscou os militares para ajudá-lo a sair do vício das drogas. Ele foi espontaneamente e confessou que roubava para poder comprar drogas.

"Para a nossa surpresa, no último domingo ele foi até a delegacia nos procurar pera pedir ajuda. Ele confessou ser usuário de drogas, disse que precisava se internar porque era dependente”, contou o comandante da 12ª Cia de Jardim Camburi, major Gustavo.

Ele explicou que a atitude do homem surpreendeu os policiais, que se comoveram com a história e se mobilizaram para ajudá-lo.

“Caso nada fosse feito, ele admitiu que voltaria a roubar para manter o vício em entorpecentes. Houve então uma mobilização dos nossos policiais e ele foi acolhido em um abrigo em Guarapari", contou.

Nesta segunda-feira (23) o rapaz foi levado pelos próprios policiais para um centro de reabilitação que fica em Guarapari, onde iniciou o tratamento para superar o vício.

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS