X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Canal é aberto em lagoa para escoar água do Rio Doce após cheia

| 29/01/2020 21:38 h

Imagem ilustrativa da imagem Canal é aberto em lagoa para escoar água do Rio Doce após cheia

A cheia do Rio Doce continua causando impactos no litoral de Linhares, no Norte do Estado. A chamada “Boca da Barra', na Lagoa do Monsarás, em Povoação, local onde a lagoa deságua no mar, foi aberta por maquinários para escoar o excesso de água do rio.

A medida é uma ação conjunta entre o Sindicato Rural Patronal de Linhares e a prefeitura do município, a pedido de moradores e produtores rurais da região. Por conta da chuva dos últimos dias, o nível do Rio Doce subiu na cidade, alagando ruas e obrigando cerca de 60 pessoas a sair de casa.

A ação tem por objetivo dar vazão à água proveniente da cheia do rio, evitando que fique estancada nas pastagens, além de impedir a invasão de estradas e alagamentos em residências da localidade.

Segundo o secretário municipal de Meio Ambiente, Fabrício Borghi Folli, o canal passa a comportar com segurança o volume de água. “É uma medida paliativa para eliminar o mais rápido possível a água que está acumulada”, explicou o secretário.

Por conta da cheia, a estrada de acesso à Vila de Povoação apresenta pontos de inundação. Para garantir a segurança dos moradores, o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil Municipal realizam operações para atender as demandas da comunidade.

Na manhã desta quarta-feira, dois moradores da vila, que realizam hemodiálise em Linhares, foram transportados para a cidade por meio de barcos.

“As demandas que recebemos, estamos atendendo com maior agilidade. Estamos canalizando todos os pedidos no Corpo de Bombeiros, que é responsável pela retirada dos moradores. Estamos dando esse suporte com barco, com o auxílio da Guarda Civil Municipal”, disse o coordenador da Defesa Civil, Antônio Carlos dos Santos.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS