X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Cachoeiro de Itapemirim não tem apenas a Casa de Roberto Carlos

| 13/02/2020 10:40 h | Atualizado em 13/02/2020, 12:41

Casa ficará aberta para visitação durante feriado
Casa ficará aberta para visitação durante feriado |  Foto: Alessandro de Paula

Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Estado, voltou a ganhar repercussão nacional ao ser citado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, como destino turístico para brasileiros que não conseguem viajar para o exterior por causa do dólar alto.

"Vai passear em Foz do Iguaçu, vai passear no Nordeste, está cheio de praia bonita, vai para Cachoeiro de Itapemirim conhecer onde Roberto Carlos nasceu. Vai passear, conhecer o Brasil", afirmou o ministro durante palestra.

Só que Cachoeiro tem muito mais opções do que a Casa de Cultura Roberto Carlos, imóvel onde o artista nasceu e viveu até os 13 anos e que foi tombado pelo município como patrimônio público. Bem perto dali, uma escultura em mármore em tamanho real retrata o Rei.

Equipamento da antiga rádio, onde o cantor fez as primeiras apresentações
Equipamento da antiga rádio, onde o cantor fez as primeiras apresentações |  Foto: Alessandro de Paula

Distante a 140 quilômetros de Vitória, Cachoeiro tem ainda a Casa dos Braga, imóvel construído em 1906, onde viveram os irmãos Newton Braga, poeta e escritor e Rubem Braga, cronista que recebeu o título de o “Sabiá da Crônica”. No imóvel, há objetos e móveis que pertenceram à família, além de homenagens recebidas pelos escritores.

Interior da Casa dos Bragas, em Cachoeiro
Interior da Casa dos Bragas, em Cachoeiro |  Foto: Alessandro de Paula

Pela área urbana em poucos minutos o visitante poderá conhecer vários pontos turísticos, alguns centenários, como o Museu Ferroviário, no prédio da antiga estação de trem, com fotos e peças antigas.

Casa dos Braga, em Cachoeiro de Itapemirim
Casa dos Braga, em Cachoeiro de Itapemirim |  Foto: Alessandro de Paula

Poderá ainda visitar a Casa da Memória, onde funciona a biblioteca municipal, ver uma exposição na Sala Levino Fanzeres, localizada no Palácio Bernardino Monteiro, sede da prefeitura, e o Teatro Rubem Braga.

Palácio Bernardino Monteiro, sede da Prefeitura de Cachoeiro
Palácio Bernardino Monteiro, sede da Prefeitura de Cachoeiro |  Foto: Alessandro de Paula/ 28/09/16

E na Ilha da Luz, existe a mais antiga Fábrica de Pios do país. Construída em 1903 com o objetivo de atender caçadores, atualmente os instrumentos são muito cobiçados por percussionistas, além de ser muito utilizado como souvenires. O local atualmente está desativado em função da última enchente.

Cachoeira Alta fica em Cachoeiro de Itapemirim
Cachoeira Alta fica em Cachoeiro de Itapemirim |  Foto: Alessandro de Paula
E se o objetivo é se refrescar, o turista pode procurar a Cachoeira Alta. Formada pelo Rio Fruteiras, a cachoeira situada no distrito de São Vicente tem uma das maiores quedas livres do Espírito Santo, com quase 100 metros de altura. Aos seus pés, a água forma uma piscina natural rasa, ideal para família.

Outra opção do visitante é o circuito das águas de Burarama, com várias propriedades rurais que oferecem banhos em piscinas de água natural e pequenas cachoeiras, como a Cachoeira do Kiko.

Cachoeiro tem nas montanhas sua grande atração, começando pelo Pico do Itabira. Com seus 715 metros de altitude, a pedra atrai montanhistas de todo o país. Há décadas, foi considerada a escalada mais difícil do Brasil. Nas proximidades da montanha existem piscinas de água natural, uma atração à parte.

O Pico do Itabira é um dos pontos turísticos de Cachoeiro
O Pico do Itabira é um dos pontos turísticos de Cachoeiro |  Foto: Alessandro de Paula

E no distrito de Burarama, a Pedra da Ema chama a atenção pela ave que se forma a partir da sombra criada pela luz do sol em uma enorme falha na rocha. O local é cercado de lendas, como a de um tesouro escondido.

Não tão distante dali, há 95 anos pessoas caminham pela fé durante duas horas para chegar ao topo da Pedra da Penha, no distrito de São Vicente, ponto culminante de Cachoeiro a 1.104 metros de altitude.

Em seu cume, existe uma pequena capela com a imagem de Nossa Senhora da Penha. Hoje, muita gente vai ao local pelo espírito de aventura. Do topo é possível avistar toda a região.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS