Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Bebês ganham festa em UTI para alegrar os pais

| 09/06/2020 12:50 h

Profissionais da saúde do   Hospital e Maternidade São José, em Colatina, mães e bebês durante festas preparadas dentro da Unidade de Terapia Intensiva
Profissionais da saúde do Hospital e Maternidade São José, em Colatina, mães e bebês durante festas preparadas dentro da Unidade de Terapia Intensiva |  Foto: Hospital São José/ Divulgação
Com o intuito de amenizar a angústia e levar alegria para pais que acompanham seus bebês na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (Utin) e na Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica (Utip), profissionais da saúde do Hospital e Maternidade São José, em Colatina, decidiram inovar e passaram a fazer festas para os nenéns.

A enfermeira Karina Favaro  explicou que, com a pandemia do coronavírus, por segurança, os horários de visitas dos pais foram reduzidos.

“Como as mães ficam na unidade com horário marcado para ver os filhos, pensamos em uma maneira para tentar minimizar o sofrimento delas. Assim, decidimos fazer o 'mesversário', com balão, cartinha no leito desejando felicidades, bolo fake, foto e até figurino temático”, contou.

As festinhas realizadas durante a pandemia tiveram origem em uma proposta que começou em 2015, por iniciativa da fisioterapeuta Kêndyce Almeida e de Karina Favaro.  

“A gente queria fazer algo para amenizar um pouco a dor dos pais que, muitas vezes, não tinham nem a oportunidade de pegar seus filhos no colo, por conta da gravidade”, explicou Kêndice.

Inicialmente, as amigas decidiram comemorar datas importantes como Páscoa, Dia das Crianças e Natal. “Na Páscoa, resolvemos fazer orelhas de coelho e colocar nos bebês. Depois, definimos que, em todas as datas comemorativas, faríamos algo diferente”, completou a fisioterapeuta.

Profissionais da saúde do   Hospital e Maternidade São José, em Colatina, mães e bebês durante festas preparadas dentro da Unidade de Terapia Intensiva
Profissionais da saúde do Hospital e Maternidade São José, em Colatina, mães e bebês durante festas preparadas dentro da Unidade de Terapia Intensiva |  Foto: Hospital São José/ Divulgação

Segundo Kêndice, o próprio hospital fotografa os bebês e presenteia os pais com a recordação.

“Tornou-se rotina. Os pais adoram, mas sempre explicamos previamente e eles assinam um termo de consentimento autorizando”, destacou.

Além do “mesversário”, a equipe de profissionais do hospital decidiu aprender crochê para produzir pequenos polvos.  

“As linhas são doadas por funcionários do hospital e nós produzimos. Colocamos do lado dos bebês, em cada leito e, quando recebem alta, podem levar com eles”, explicou Kêndice. 

A iniciativa das profissionais foi aprovada pela dona de casa Adélia de Oliveira, mãe de Eloah de Oliveira de Jesus, que na época da internação estava com 4 meses.

“Um dia, eu cheguei ao hospital e vi minha bebê  vestida de bailarina. Eu me emocionei e me senti fortalecida”, contou.

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS