X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Baladas virtuais contra o estresse

| 03/06/2020 20:00 h

Sair com os amigos para curtir uma balada era um programa frequente dos baladeiros. Mas a pandemia de Covid-19 mudou a rotina, já que aglomeração e encontros presenciais estão suspensos.

Quem também tem promovido baladas virtuais em  redes sociais é  Anna Paulsen, conhecida como DJ Lorelai. Ela, que já tocou nesta quarentena com a DJ Nith.
Quem também tem promovido baladas virtuais em redes sociais é Anna Paulsen, conhecida como DJ Lorelai. Ela, que já tocou nesta quarentena com a DJ Nith. |  Foto: Leone Iglesias/AT
Com isso, festas e eventos tiveram de se adaptar à nova realidade. Para fugir do tédio, DJs do Estado têm feito baladas virtuais e lives, no Instagram e You Tube, com o objetivo de animar o público que cumpre o isolamento social.

A medida, dizem, é uma maneira de aliviar as tensões e o estresse. A DJ Nith Music contou que as lives permitem a aproximação com os amigos e fãs.

“Eu tinha shows pelo Estado, e todo fim de semana tinha uma agenda. Com a pandemia, veio a ideia das lives. Em casa, a gente tem se reinventado para passar uma energia positiva. É um momento de distração e bem-estar”.

Quem também tem promovido baladas virtuais em redes sociais é Anna Paulsen, conhecida como DJ Lorelai. Ela, que já tocou nesta quarentena com a DJ Nith em mais de seis horas de live, vê nas baladas uma oportunidade de ajudar a enfrentar o confinamento.

“Há estudos que comprovam que a música ajuda no tratamento de depressão e ansiedade. Esse formato permite que fiquemos em casa, sem quebrar o isolamento”.

A DJ Monia Lombardi também tem feito lives com baladas eletrônicas em seu canal e rede social, aos fins de semana. “Recebo mensagens sobre a música que toco. Costumo dizer que a música cura a alma”, comentou.

As baladas virtuais, com petiscos e bebidas, ajudam a levantar o astral durante a quarentena, afirmou a personal trainer Catharine Pacheco, 34, que tem curtido as festas eletrônicas ao lado do marido.

A DJ  Monia Lombardi tem feito lives com baladas eletrônicas em seu canal e rede social, nos fins de semana.
A DJ Monia Lombardi tem feito lives com baladas eletrônicas em seu canal e rede social, nos fins de semana. |  Foto: Leone Iglesias/AT

O psiquiatra Valber Dias Pinto destacou que é importante tentar aproximar a rotina ao que era antes da pandemia. “Digo que essas baladas mantêm o distanciamento físico, mas têm a função de manter as relações sociais. Temos, apenas, de estar atentos ao equilíbrio e não consumir bebidas em excesso durante essas lives”.

Na próxima sexta-feira, acontece a festa virtual da relações públicas Fernanda Prates. O evento será transmitido por uma plataforma online, criada para reunir os participantes, e contará com o DJ Guga Prates.

Os ingressos estão esgotados, mas uma nova edição deve ser feita em breve, segundo Fernanda.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS