X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Avanço da vacinação vai definir festas de Réveillon e Carnaval

| 07/08/2021 15:08 h | Atualizado em 07/08/2021, 15:34

Após mais de um ano sem grandes eventos por causa da pandemia de covid-19, o avanço da vacinação já permite sonhar com um sinal verde para festas de Réveillon e Carnaval.

A esperança foi dada pelo secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes. Ele admitiu que há possibilidade de os eventos acontecerem, diferentemente do cenário do último ano. Frisou, porém, que isso depende da vacinação e do controle da pandemia no Espírito Santo.

“Com a ampliação da primeira dose para toda a população mais jovem, até o fim de dezembro, e a segunda dose para as pessoas com mais de 30 anos, o final do ano pode representar um momento importante de controle epidemiológico. Isso depende de conseguirmos consolidar o ciclo de cobertura vacinal e termos a doença mantendo as características atuais.”

Quanto às tradicionais festas da virada nas praias, com shows pirotécnicos, ele afirmou que “não é baixa a chance” de que possam ocorrer. “Acredito que também vamos ter um Natal diferente este ano, com encontros de família até mesmo sem as máscaras”.

Nésio sinalizou que o Carnaval capixaba de 2022 deve acontecer. “É possível ter, sim, o Carnaval com escolas de samba. Na pior das hipóteses, seria um desfile com um público menor ou sem público”.

O secretário fez um alerta, porém, para este mês e setembro. “Ainda temos regras para realização de eventos. Não é momento de termos festas com aglomerações”.

Com o slogan “O Carnaval do Brasil começa aqui”, os desfiles no Sambão do Povo, em Vitória, estão previstos para os dias 17, 18 e 19 de fevereiro. Neste sábado (7), por volta das 21 horas, acontece o sorteio de ordem dos desfiles.

A quadra da Novo Império, em Caratoíra, vai receber a partir das 18 horas as escolas Unidos da Piedade, Jucutuquara, Novo Império, Independente de Boa Vista, Andaraí, Imperatriz do Forte e Mocidade Unida da Glória (MUG).

Limitado a 300 pessoas, o evento contará com a presença do grupo Primeira Classe e batuque da bateria da Novo Império.

A design de interiores Layla Melo já iniciou os preparativos para o carnaval de 2022.
A design de interiores Layla Melo já iniciou os preparativos para o carnaval de 2022. |  Foto: Kadidja Fernandes - 13/07/2021

Aquecendo para entrar na avenida

Quem já iniciou os preparativos, com aulas de samba, para os desfiles do ano que vem é a designer de interiores Layla Melo, 34 anos.

Ela vai desfilar pela segunda vez no Carnaval de Vitória. Em 2020, foi destaque de chão da Mocidade Unida da Glória (MUG).

O presidente da Liga Independente das Escolas de Samba do Grupo Especial, Edson Neto, disse que as agremiações do Grupo Especial não pararam de trabalhar na preparação da folia. “Porém, o desfile só acontecerá com a liberação das autoridades e também pensando na segurança de todos os envolvidos. Estamos otimistas”.

Prefeituras da Grande Vitória já planejam a virada

Com o avanço da vacinação nos municípios, as prefeituras de Vila Velha e da Serra se preparam para receber as pessoas no fim de ano. Os municípios estão elaborando planos para não deixar de realizar a famosa festa de réveillon.

A Secretaria de Turismo, Esporte e Cultura de Vila Velha estuda possibilidades para comemorar a chegada de 2022 de forma segura e tem a expectativa de imunizar grande parte da população até dezembro.

A prefeitura informou ainda que o projeto está na fase de planejamento e negociações para elaboração da programação do evento.

Já a Prefeitura da Serra comunicou que está planejando as comemorações de fim de ano, que devem ser realizadas ao longo dos 23 quilômetros do litoral do município, ao ar livre. A ideia é evitar grandes aglomerações.

Apesar disso, os participantes deverão seguir os protocolos sanitários de prevenção à covid-19. Mesmo ao ar livre, as famílias devem seguir e respeitar os protocolos para evitar o contágio da covid-19, ressaltou.

A Prefeitura de Vitória não informou se estuda a retomada da festa de fim de ano e reforçou que a prioridade, no momento, é a imunização da população.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS